Língua amarakaeri

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Amarakaeri
Falado em:
Região:
Total de falantes: 500 (1987, SIL)
Família: Otomakoana?
 Harakmbut
  Amarakaeri
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: amr
ISO 639-3: amr

Amarakaeri é uma língua indígena da família das Harakmbut falada no Peru ao longo do rio Madre de Dios e do rio Colorado (Peru). Os falantes apresentam índice de alfabetização menor que 1% nesse idioma, enquanto que em Língua castelhana esse índice é de 5 a 15%. Apresenta um dialeto de nome Kisambaeri, tem um status semi-oficial e já existe dicionário Amarakaeri-Espanhol. As tribos nômades que falam a línguas são Kochimberi, Küpondirideri, Wíntaperi, Wakitaneri e Kareneri. Já houve conceito errôneo de que o Amarakaeri fosse uma língua aruaque, o que foi provado incorreto. Nomes alternativos para língua e seus falantes são Amarakaire, Amaracaire e Mashc (este com sentido pejorativo).

Escrita[editar | editar código-fonte]

A língua Amarakeari, como aliás todas as línguas indígenas das Américas, tem como única escrita o alfabeto latino devidamente adaptado para a língua:

  • São as 5 vogais tradicionais nas formas curta, longa (duplas), breve (c/ barra inferior)
  • Entre as Consoante não há C, F, L, Q, V, W, X, Y nem Z; Há, porém o apóstrofo (‘) e o Hu.

Amostra de texto[editar | editar código-fonte]

Aya'da aratbut katepi' eka'ta' on'pakpo ka'dik o'ne. Nog aratbut huadak o'nepo konigti opudomey huadak mo'e. Aya'da huadak eka' nopoe'dik o'ne kenpa'ti dakhuea' eka' nopoe'dik o'ne kenpa'ti konig huama'buytaj o 'tihuapokika' konigti nogomeytaj tihuapokika 'dik o'ne.

Português

Todos seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São providos de razão e consciência e devem agir uns em relação aos outros num espírito de fraternidade. (Artigo 1 – Declaração Universal dos Direitos Humanos)

Referências