Laço cor-de-rosa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Laço Cor-de-rosa é um símbolo Internacional usado por indivíduos, empresas e organizações na luta e prevenção do Câncer de mama.

Objetivos[editar | editar código-fonte]

O principal objetivo do Laço Cor-de-rosa é alertar/informar as pessoas sobre o Câncer de mama.

  1. Prevenção – o ato de prevenir o câncer de mama;
  2. Diagnóstico – detectar o câncer de mama;
  3. Tratamento – meios de cura;
  4. Apoio - apoiar psicologicamente.

Historia do Laço Cor-de-rosa[editar | editar código-fonte]

O primeiro laço que teve uma representação relevante na história foi o laço amarelo, que foi apresentado numa marcha cantada pelo exército dos Estados Unidos da América. Em 1917 George A. Norton interpretou a canção pela primeira vez. O título da canção era "Round Her Neck She Wears a Yellow Ribbon". Nos anos 40 a mesma canção foi interpretada por diferentes músicos.

Baseada nesta canção, a mulher de um refém no Irã, Penney Laingen, foi a primeira pessoa a usar o laço como um símbolo de alerta. Penney colocou laços amarelos em várias árvores de modo a representar o desejo que tinha em que o seu marido regressasse a casa. Amigos e familiares demonstrando a sua lealdade seguiram a moda.

Todos os Americanos rapidamente se aperceberam que o laço cor-de-rosa se tornara uma força.

Nos anos 90 ativistas da luta contra a SIDA inspirados pela força do laço decidiram fazer laços para os que lutavam contra a SIDA. O laço que representa a SIDA tornou-se vermelho por essa ser a cor da paixão. Durante os Tony Awards, o ator Jeremy Irons foi fotografado com um brilhante laço vermelho no peito. Durante a noite, à medida que o público seguia os prémios, o laço foi se tornando um ícone popular. O The New York Times declarou o ano de 1992 como o ano do Laço Cor-de-Rosa.

O primeiro Laço Cor-de-Rosa foi introduzido pela Fundação do câncer de Mama Susan G. Komen. A fundação ofereceu bonés cor-de-rosa aos sobreviventes do câncer de mama que participavam na Corrida para a Cura desde 1990. Alguns meses mais tarde em 1991 todos os participantes da Corrida de Nova Iorque receberam um Laço Cor-de-Rosa. No entanto, o laço não teve a importância que se esperava, na medida em que era um pormenor num evento com bastante importância.

Alexandra Penney, que em 1992 era a editora chefe do "Self", uma revista de saúde para mulheres, trabalhava então na segunda edição anual do National Breast Cancer Awareness. Evelyn Lauder, que era então vice-presidente da empresa Estee Lauder foi editora convidada da edição da NBCAM do mesmo ano. Juntas Penney e Lauder lembraram-se de criar um laço e de fazer com que as grandes distribuidoras de cosméticos os distribuíssem nas lojas de Nova Iorque. Mais tarde Evelyn Lauder prometeu distribuir os laços por todo o país embora a cor do laço não tivesse ainda sido decidida. No entanto, uma senhora de 68 anos de nome Charlotte Hayley que acabara de combater o câncer de mama produziu laços laranja.

Charlotte vendeu-os com um cartão que dizia " O budget anual do Instituto Nacional do Câncer é de 1.8 bilhões de dólares, e somente 5% vai para a prevenção contra o câncer. Ajude-nos a acordar os nossos legisladores e a América, usando este laço." A mensagem rapidamente se divulgou, o que fez com que Penny e Evelyn se interessassem pelo conceito de Hayley. Ambas viram potencial na ideia de se associarem a Charlotte. Mas esta rejeitou a proposta alegando que Penny e Evelyn eram demasiado comerciais. Após uma discussão com Lauder, Hayley e os seus advogados foi então acordada uma nova cor. O cor-de-rosa fora então escolhido para a cor do laço, tornando-se assim um símbolo internacional para a luta contra o câncer de mama.

Pink Ribbon Internacional[editar | editar código-fonte]

O objetivo desta organização é criar uma comunidade de apoio a nível mundial, e informar os pacientes, especialistas, familiares e amigos sobre o Laço Cor-de-rosa e o câncer de mama Pink Ribbon International.

Spanish: Lazo Rosado
French: Ruban Rose
Italian: Nastro Rosa
German: Rosa Schleife
Dutch: Roze Lint
Danish: Lyserøde Sløjfe
Czech republic: Růžová Stužka
Finland: Roosa Nauha
Norway: Rosa Sløyfe
Poland: Różowa Wstążka
Russia: розовая лента
Sweden: Rosa Bandet
Turkey: Pembe Kurdele
Japan: ピンクリボン
Chinese: 粉红丝带

Mês da Luta contra o câncer de Mama[editar | editar código-fonte]

O mês da luta contra o câncer de mama é uma campanha internacional anual, organizada pelas maiores associações de luta contra o câncer de mama que visa aumentar a informação e consciência da doença, angariar fundos para pesquisa, prevenção e cura. Esta campanha oferece também informação e apoio para aqueles afetados pelo câncer de mama. O mês da Luta contra o câncer de mama foi organizado pela Astrazeneca em 1985. Esta farmacêutica multinacional é a produtora de três medicamentos para o câncer de mama: Nolvadex (tamoxifen), Arimidex (anastrolzole), e Faslodex (fulvestrant). O objetivo deste mês desde o início, tem sido promover a mamografia como o meio mais eficiente na Luta contra este tipo de câncer.

O número de empresas que se tem juntado a este evento tem vindo a aumentar ao longo dos anos. As Companhias Estée Lauder, Avon, Komen e outras organizações comerciais e não comerciais têm participado em vários eventos e atividades durante o mês de Outubro. As Companhias Estée Lauder têm desenvolvido a Campanha de Prevenção do Câncer de Mama ao longo dos últimos quinze anos, durante o mês de Outubro, um pouco por todo o mundo. As Companhias Estée Lauder foram também as primeiras a distribuir laços rosa e folhetos informativos sobre a doença, e desde sempre encorajaram os governos a dedicarem um dia, uma semana ou o mês de Outubro à Prevenção do Câncer de Mama. Em Portugal, o Dia Nacional da Prevenção do Câncer de Mama, dia 30 de Outubro, foi criado na sequência de uma Petição subscrita e entregue na Assembléia da República pela Socosmet (representante das Companhias Estée Lauder em Portugal), pelo Movimento Vencer e Viver e por cerca de 8000 cidadãos.

Atividades e Eventos durante o Mês da Luta contra o Câncer de Mama[editar | editar código-fonte]

A Corrida Nacional para a cura[editar | editar código-fonte]

Foi em Dallas, Texas em Outubro de 1983 que ocorreu a 1ª corrida para a cura do câncer de mama, onde participaram 700 pessoas. Em 1999 não só o número de participantes aumentou para 600.000, como a corrida se tornou na maior da nação com 99 cidades dos EUA a organizarem o evento.

Em 2005 o número de participantes atingiu 1,4 milhões que provou deste modo o sucesso do evento. O website da corrida para a cura afirma que a corrida de Washington DC hoje em dia é a maior da série 5K do mundo.

No entanto este evento não só atrai voluntários, como empresas dispostas a patrocinar, celebridades e políticos que contribuem para tornar o evento cada vez maior com o passar dos anos.

A corrida para a cura tem sido igualmente organizada em outras partes do mundo.

Austrália e Nova Zelândia Dove Pink Star walk
Alemanha Komen Frankfurt Race for the Cure
Holanda Walk for Women
Italia Komen Race for the cure
Reino Unido Race for my wife and Race for life
Canada Run for the Cure
Hungria Avon One-Day Walk for Life
Porto Rico Komen Race for the Cure
Bulgária Breast Cancer Walk

Dois dias do Câncer de Mama[editar | editar código-fonte]

Este evento consiste numa caminhada de 60 km dividida em dois dias para angariação de fundos para apoio a Institutos de pesquisa do câncer de mama.

Canada Breast Cancer Walk (The Weekend to end Breast Cancer)

Três Dias do Câncer de Mama[editar | editar código-fonte]

Os 3 dias de 60 milhas de caminhada tem como objetivo a angariação de fundos para as pesquisas do câncer de mama. Esta caminhada patrocinada Fundação do Câncer de Mama Susan G. Komem ocorre em várias cidades dos EUA. No entanto, no passado este evento foi patrocinado e coordenado pela Avon e é ainda hoje conhecido por muitos participantes pelos 3 dias da Avon. A Avon organiza ainda vários eventos por todo o mundo, como por exemplo o Country Avon Event.

Bulgaria Breast Cancer Walk
Republica Checa Breast Cancer Conference
França 5 km Breast Cancer Race/Walk
Alemanha Women's 5k/10k Walk Run
Grécia Recognition dinner and Avon Breast Cancer Crusade Fashion show
Hungria Walk for Life
Irlanda Breast Cancer Walk
Italia Breast cancer Awareness event
Polónia Breast Cancer Walk
Portugal Educational walk-a-thon
Roménia Breast Cancer Walk
Rússia Press conference
Eslováquia Press conference
Espanha Breast Cancer Walk
Turquia "Trip to Health with Avon" walk
Ucrânia Breast Cancer awareness walk
Reino Unido "Celebrating Life" award ceremony

Iluminação Mundial[editar | editar código-fonte]

A estufa do Jardim Botânico de Curitiba, com iluminação temática durante o Outubro Rosa.

As Companhias Estée Lauder sugeriram e organizaram a iluminação de locais mundialmente conhecidos, de cor-de-rosa (como a cor do laço). O objetivo é chamar a atenção para a importância do diagnóstico precoce, para a pesquisa e para a procura da cura e prevenção do câncer de mama. Alguns desses locais são:

Ponte Harbour Sydney Austrália
Loja Hangzhou Hangzhou China
Niagara Falls Ontário Canada
O projecto Éden Cornwall Inglaterra
Majestic Hotel Cannes França
The French Affiliate Building Paris França
The Angel of Peace Munique Alemanha
Câmara Municipal Reykjavik Islândia
Moshe Aviv Tower Ramat-gan Israel
Arco Constantine Roma Italia
Arena Verona Italia
Torre de Tokyo Tokyo Japão
Praça da Câmara Municipal Seoul Coreia
Praça Dam Amesterdão Holanda
Skytower Auckland Nova Zelândia

Em 2007, as Companhias Estée Lauder iluminaram com luzes cor-de-rosa mais de 150 monumentos, incluindo o Empire State Building, a Sydney Opera House na Austrália, as Niagara Falls no Canadá e o Taj Mahal na Índia. Em Portugal, as Companhias Estée Lauder iluminaram a Assembleia da República, no dia 30 de Outubro, Dia Nacional da Prevenção do Câncer de Mama. A cerimónia de iluminação contou com presença do Presidente da Assembléia da República.

Caminhada Rosa[editar | editar código-fonte]

A Socosmet, a empresa que representa as Companhias Estée Lauder em Portugal, organizou a Caminhada Rosa, pela primeira vez, no dia 5 de Outubro de 2005. Esta iniciativa de grande sucesso tem se repetido ao longo dos últimos três anos. Em 2005 e em 2006, a Caminhada Rosa teve lugar no Parque Monsanto. Em 2007, a Caminhada Rosa decorreu no Parque Eduardo VII, em Lisboa, e foi animada por várias atividades físicas. O objetivo foi reforçar a importância da prática do exercício físico e da escolha de um estilo de vida saudável.

A Caminhada Rosa tem os seguintes objetivos:

1 – Alertar o maior número de pessoas para a necessidade da prevenção, porque a prevenção encoraja o diagnóstico precoce, salva vidas, permite um melhor tratamento médico e inspira uma atitude positiva.

2 – Aconselhar a prática de exercício físico e um estilo de vida saudável, pois trata-se de dois fatores que podem reduzir o risco do aparecimento do câncer de mama.

No Cor de Rosa[editar | editar código-fonte]

Esta é uma atividade que ocorre durante o mês da luta contra o câncer de mama, em Outubro, e o seu objetivo é angariar fundos através da organização de várias atividades, como por exemplo as festa temáticas ou "um dia cor-de-rosa de trabalho". O dinheiro angariado é então doado à Fundação de Pesquisa para o Câncer de Mama.

Produtos[editar | editar código-fonte]

O selo do Câncer de Mama[editar | editar código-fonte]

O 1º selo da pesquisa do câncer de mama foi publicado em 1996 mas como não teve a saída esperada, Ethel Kessler foi convidada para desenhar um novo selo. Em 29 de Julho de 1998 o novo selo tornou-se publico através da 1ª dama Hillary Clinton e do General William Henderson. O selo custava 45 cêntimos. 70% eram doados ao Instituo Nacional do Câncer e 30% ao programa de pesquisa para o câncer de mama do Departamento de Defesa. Em Novembro de 2005, 33.5 milhões de dólares tinham sido doados ao INC e 13 milhões ao Departamento de Defesa.

A moeda do Câncer de Mama[editar | editar código-fonte]

No Canada foi posta no mercado a moeda de prata do Câncer de Mama. Esta moeda foi produzida 15.000 vezes em todo o Mundo. De um lado da moeda está o retrato da Rainha Elisabeth, do outro lado um laço cor-de-rosa

Movimentos Críticos[editar | editar código-fonte]

The Breast Cancer Research Foundation[editar | editar código-fonte]

Fundada em 1993 por Evelyn H. Lauder, The Breast Cancer Research Foundation é a primeira e maior organização não lucrativa que se dedica a investir fundos na pesquisa das causas e tratamento do câncer de mama. Um mínimo de 85 por cento de todos os fundos angariados é diretamente canalizado para a pesquisa e para programas de divulgação e prevenção. Em Outubro de 2005, 22 milhões de dólares foram atribuídos a 110 cientistas que, um pouco por todo o mundo, desenvolvem pesquisa nesta área. Para mais informação, consulte www.bcrfcure.org

Pink Ribbons, Inc[editar | editar código-fonte]

  • Samantha King descreve (no seu livro publicado em 2006) a maneira como o câncer de mama que sendo uma doença séria e uma tragédia individual fora transformado numa indústria de mercado direcionada para a sobrevivência.

As corporações viraram as suas formidáveis máquinas de promoção para a cura da doença, enquanto a prevenção pública de saúde continua na busca do porquê e como é que o câncer de mama afeta um número tão vasto de pessoas. Aqui pela 1ª vez King questiona a eficiência e legitimidade dos esforços feitos com fundos privados para parar a epidemia que afeta tantas mulheres americanas.

Think before you Pink[editar | editar código-fonte]

Como se notou, grande parte das lojas foram invadidas de produtos Laço Cor-de-Rosa, e a Internet de promoções que prometem doações para a pesquisa do câncer de mama.

O significado do Laço Cor-de-Rosa mudou. As empresas começam a usar o Laço Cor-de-Rosa como uma ferramenta de venda. As pessoas sabem que o Laço Cor-de-Rosa é um símbolo para o câncer de mama. O mercado sabe que as pessoas se querem envolver em ações de caridade, e especialmente as mulheres que gostam de comprar, gostam de pensar que estão a fazer algo de bom. Mas comprar para ajudar na pesquisa do câncer de mama não é a melhor atitude, dado que estes consumidores acabam por não saber qual a porcentagem do seu gasto vai para a Fundação. Tem sido vagamente descrito pelas organizações assim como pela Laço Cor-de-rosa, que a sua comercialização significa perder a sua força.

Agentes Comerciais da Laço Cor-de-Rosa[editar | editar código-fonte]

Cosméticos[editar | editar código-fonte]

Farmacêuticas[editar | editar código-fonte]

Moda[editar | editar código-fonte]

Automoveis[editar | editar código-fonte]

Económico[editar | editar código-fonte]

Comunicações[editar | editar código-fonte]

Porquê Rosa?[editar | editar código-fonte]

  • No mundo Ocidental, o rosa é a cor as mulheres. Quando nasce uma rapariga tudo é rosa, enquanto que se for um rapaz o azul é a cor escolhida.
  • Ao mesmo tempo o rosa é uma cor brilhante, vibrante e forte. Tudo o que o câncer não é.
  • O câncer de mama é uma doença muito particular, sendo que o peito é uma parte importante da mulher.
  • Todos os movimentos de aumento da consciencialização bem como o apoio para a procura da pesquisa são muito positivos.

Outros significados da Laço Cor-de-Rosa[editar | editar código-fonte]

O laço Cor-de-Rosa não é somente um símbolo para o câncer de mama, mas também um símbolo para a marcha de Dime e do seu esforço na luta dos nascimentos prematuros para salvar os bebes e descobrir a cura para deficiências após o nascimento. O Laço Cor-de-Rosa representa também os pais biológicos e o câncer nas crianças. É também comum que os documentos entregues a um advogado inglês sejam amarrados com um laço cor-de-rosa.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]