Lei de Stigler

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde Junho de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

A Lei de Stigler é um fenômeno proposto por Stephen Stigler, professor de estatística da Universidade de Chicago em 1980[1] . Em sua forma mais simples e direta ela diz: "Nenhuma descoberta científica recebe o nome de seu descobridor". Para exemplificar esse fato, Stigler nomeou o sociologista Roberto K. Merton como o descobridor da Lei de Stigler.

Referências

  1. Science and social structure: a festschrift for Robert K. Merton. New York: NY Academy of Sciences, 1980. 147–57 p. ISBN 0-89766-043-9