Luís de Bourbon, conde de Vendôme

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Luís de Bourbon-La Marche, conde de Vendôme e de Chartres, (1376 - 21 de Dezembro de 1446), filho mais moço de João I de Bourbon, conde de La Marche, e de Catarina de Vendôme.

Foi um aliado do duque d'Orleães, e obteve altos cargos na Côrte, tornando-se Grande Camareiro da França em 1408 e Grande Mestre da França em 1413. Como parte da facção dos armagnacs, teve atrito com os borguinhões, sendo capturado por eles duas vezes, em 1407 e em 1412. Em 1414, casou-se com Branca (morta em 1421), filha de Hugo II conde de Roucy. Foi novamente capturado no ano seguinte pelos ingleses na Batalha de Azincourt, permanecendo preso por um tempo.

Em 1425, Carlos VII da França o tornou conde de Chartres. Leal ao Rei, ele subseqüentemente aliou-se a Joana d'Arc e a muitos outros nobres franceses na defesa de Orleães em 1429 e no comando do cerco a Jargeau, além de comparecer na coroação de Carlos VII em Reims. Posteriormente, este presente no Tratado de Arras (1435).

Descendência[editar | editar código-fonte]

Em 1424, casou-se com Renata Joana (morta em 1468), filha de Guy XII, conde de Laval. Tiveram três filhos:

Teve também um filho ilegítimo com a inglesa Sybil Boston, durante seu confinamento:

  • João (ca. 14201496), bastardo de Vendôme, senhor de Preaux.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
João I de Bourbon
Conde de Vendôme
13931446
Sucedido por
João II de Bourbon
Precedido por
Conde de Chartres
14251446
Sucedido por
João II de Bourbon