Manada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Um grupo de elefantes
Uma manada de gnus
Uma manada de vacas em Juba, Sudão do Sul.

Uma manada, em etologia, zoologia e pecuária, é um conjunto de animais da mesma espécie que estão juntos ou que se vivem, alimentam ou deslocam juntos. Normalmente o termo refere a mamíferos em estado selvagem e a gado domesticado bovino como vacas ou búfalos, existindo numerosos substantivos coletivos que variam consoante a espécie, como vara para porcos, rebanho para ovelhas, fato para cabras ou cáfila para camelos. Para outras classes usam-se exclusivamente termos distintos, como bando para aves ou cardume para peixes.

É interessante estudar o comportamento dos animais dentro de um grupo de indivíduos, assim como a sua atitude como grupo face às restantes espécies. Podem ser observados comportamentos de decisão de conjunto, como no caso dos búfalos[1]

Quando um grupo de animais se forma e é descrito coletivamente por um comportamento social, alguns padrões se notam, como por exemplo todos se movem num certo sentido em simultâneo, sendo tal comportamento muitas vezes resultado de imitação, ou por respostas comuns a estímulos externos.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]