Miss USA 1993

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Miss USA 1993
Data: 19 de fevereiro de 1993
Apresentadores: Dick Clark, Leeza Gibbons e Courtney Gibbs
Local: Century II Convention Center, Wichita, Cansas
Emissora: CBS
Semifinalistas: 12
Vencedora: Kenya Moore
Representou: Michigan Michigan
Miss Simpatia: Stacey Blaine
Miss Fotogenia: Kelly Hu

A 42ª edição do concurso Miss USA foi realizada no Century II Convention Center, em Wichita, Cansas, no dia 19 de fevereiro de 1993.

Na conclusão do evento, Kenya Moore, do Michigan, foi coroada pela antecessora Shannon Marketic, da Califórnia. Moore foi a segunda vencedora do Miss USA eleita pelo Michigan e a segunda afro-americana a conquistar o título.

Este foi o último ano em que Dick Clark apresentou e Leeza Gibbons comentou o concurso Miss USA. Courtney Gibbs, Miss USA 1988, completou a dupla de comentaristas.

O certame foi realizado em Wichita pelo quarto e último ano consecutivo.

Resultados[editar | editar código-fonte]

Classificações[editar | editar código-fonte]

Mapa mostrando as classificações por Estado
Resultado Final Candidata
Miss USA 1993
2ª colocada
3ª colocada
Top 6
Top 12

Premiações Especiais[editar | editar código-fonte]

Notas de avaliação[editar | editar código-fonte]

Preliminares[editar | editar código-fonte]

Competição Final[editar | editar código-fonte]

Candidatas[editar | editar código-fonte]

Importância histórica[editar | editar código-fonte]

  • Kenya Moore, do Michigan, se tornou a segunda afro-americana e a segunda representante desse Estado (desde a eleição de Carole Gist, em 1990) a vencer o Miss USA.
  • A havaiana Kelly Hu também foi Miss Teen USA 1985. Ela se tornou a primeira Miss Teen USA a vencer uma disputa estadual adulta e se classificar no Miss USA. Terminou em quarto lugar.
  • A Geórgia ficou entre as seis finalistas pela sétima vez em oito anos, superando a melhor classificação do Estado em uma edição do Miss USA. Esse feito ainda não foi superado até hoje.
  • O Cansas ficou entre as seis primeiras colocações pelo terceiro ano seguido, um recorde para o Estado.
  • A Pensilvânia se classificou pela primeira vez desde 1989.
  • Iowa se classificou pela primeira vez desde 1960.

Candidatas que participaram de outros concursos[editar | editar código-fonte]

Notas sobre concursos estaduais[editar | editar código-fonte]

Esta foi a primeira vez que Kimberly Greenwood, Miss Tennessee USA 1989, dirigiu o concurso na qual fora eleita[9] (em inglês). Ela exercce essa função até hoje e já produziu duas vencedoras do Miss USA.

Jurados[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. "Fresno entrant named Miss California USA", The Press-Enterprise, 1992-10-25.(em inglês)
  2. "LSU student to be part of pageant", The Baton Rouge Advocate, 1993-02-19.(em inglês)
  3. McDonald, Carol. "6th time a winner for pageant contestant", Worcester Telegram & Gazette, 1992-11-30.
  4. Freeborn, Dan. "She's got her cap set for an education // `No. 1 priority is school,' says Miss Minnesota USA", Star-Tribune Newspaper of the Twin Cities Mpls.-St. Paul, 1992-11-19.(em inglês)
  5. McCabe, George. "Miss Nevada USA says her age may help in first big pageant", The Las Vegas Review-Journal, 13-02-1992.(em inglês)
  6. "Dawn Kennedy captures Miss Oregon USA title", Portland Oregonian, 1992-12-24.(em inglês)
  7. Associated Press. "Miss Texas USA named", Houston Chronicle, 22-07-1992.(em inglês)
  8. "Stephanie Satterfield Miss Virginia USA", The Virginian-Pilot and The Ledger-Star, 27-01-1993.
  9. "Kimberly Payne Greenwood named as Miss Tennessee USA Director", Business Wire, 1992-05-28.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]