Nicolae Densusianu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nicolae Densuşianu

Nicolae Densusianu (1846 - 1911) era um transilvânio etnólogo e colecionador de folclore romeno. O seu principal trabalho, pelo qual continua a ser lembrado, foi editada postumamente Dacia Preistorică (1913). Nesta obra Densusianu combina os estudos de folclore e de religião comparativa com a arqueologia e constrói uma teoria sobre a pré-história das culturas Dácias, criticada por muitos como sendo um trabalho pouco profissional e evidente nacionalismo e fonte do protocronismo.[1]

Resumidamente, Densusianu defende a existência de um "Império Pelásgo" com centro na Dácia criado no 6º milénio BC, compreendendo toda a europa.[2] e que foram os Dácios os fundadores da Roma Antiga.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu na pequena aldeia de Densus, na Transilvânia, que pertencia á Áustria-Hungria, cresceu num ambiente cultural Romeno. Exerceu advocacia na região natal após receber o diploma de direito da Universidade de Sibiu (1872). Em 1877, no inicio da guerra Rússia-Turquia, 1877-1878, recebe a cidadania romena quando regressa ao novo estado independente romeno. Toma parte activa no movimento nacionalista pela Grande Roménia.

Legado[editar | editar código-fonte]

O seu trabalho foi criticado por outros como Bogdan Petriceicu-Hasdeu, and Alexandru Dimitrie Xenopol.[3] e classificado como fantasmagórico pela falta de profissionalismo embora os seus métodos tenham sido mais tarde usados pela arqueóloga Marija Gimbutas.

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Boia, p.147-149, 353-354
  2. a b Boia, p.148
  3. Z. Ornea, Junimea şi junimismul, Vol. II, Editura Minerva, Bucharest, 1998, p.299-300. ISBN 973-21-0562-3

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]