Norma social

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Xenófobos e partidários do neonazismo infringem sistematicamente as normas sociais e estão sujeitos a sanções, que incluem o desprezo público.

Em sociologia, uma norma ou norma social, é uma regra socialmente reforçada. A sanção social é o que distingue as normas de outros produtos culturais ou constructos sociais tais como significado e valores. Normas e ausência de normas afetam de forma ampla o comportamento humano.

Visão geral[editar | editar código-fonte]

Normas sociais podem ser vistas como declarações que regulam o comportamento e atuam como controles sociais informais. Elas são geralmente baseadas em algum grau de consenso e são reforçadas por sanções sociais. A fim de explicar o conteúdo das regras normativas, três modelos diferentes são identificados:

  • Foco nas ações do ego de alguém;
  • Foco nas reações do ego às ações do alter, e;
  • Negociação entre ego e alter.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Leituras adicionais[editar | editar código-fonte]

  • FUKUYAMA, Francis. A grande ruptura: a natureza humana e a reconstituição da ordem social. Rio de Janeiro: Rocco, 2000. ISBN 8532511066
  • LEERS, Bernardino. Jeito brasileiro e norma absoluta. Petrópolis (RJ): Vozes, 1982.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Em inglês[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre sociologia ou um sociólogo é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.