PAdES

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

PAdES (do inglês: PDF Advanced Electronic Signatures) (do português: Assinaturas Eletrônicas Avançadas do PDF) é um conjunto de restrições e extensões do PDF e ISO 32000-1 que o torna adequado para assinatura eletrônica avançada. Este é publicado pelo ETSI como TS 102 778.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Enquanto PDF e a ISO 32000-1 provem um framework para assinar digitalmente seus documentos, o PAdES especifica perfis precisos para o uso com advanced electronic signature in the meaning of European Union Directive 1999/93/EC. Um importante beneficio do PAdES é que documentos assinados eletrônicamente podem permanecer válidos por longos periodos, mesmo que o algoritmo criptografico equivalente tenha sido quebrado.

PAdES reconhece que documentos assinados digitalmente podem ser usados ou arquivados por muitos anos - até mesmo decadas. Em qualquer momento no futuro, apesar dos avanços tecnologicos e outros avanços, deve ser possível validar o documento para confirmar que a assintura era valida no momento em que foi assinada - um conceito conhecido como Long-Term Validation (LTV).

O padrão PAdES, ETSI Technical Specification (TS) 102 778, introduz um número de adaptações e extensões para o PDF para satisfazer os requisitos das diretivas.

PAdEs complementa dois outros conceitos de Assinatura Eletrônnica, também desenvolvidos pela comissão do ETSI e ESI, ambos amplamente reconhecidos no âmbito da União Européia e adequado para aplicações que não envolvem documento legíveis: Cryptographic Message Syntax Advanced Electronic Signatures (CAdES) e XML Advanced Electronic Signatures (XAdES).

Assim como todos os padrões ETSI, os padrões PAdES, CAdES e XAdES podem ser acessados no site da ETSI ETSI download page.

Uma assinatura eletrônica é uma forma para assinar documentos usando uma única credencial associada a uma determinada pessoa que é logicamente ligada ou associada ao documento, carregando uma autoridade equivalente a uma assinatura manuscrita. Pode ser usada par autenticar the assinante, bem como detectar qualquer alteração feita no documento após sua assinatura. Assinaturas eletrônicas são reconhecidas como uma catalisador para o comércio eletrônico, especialmente transações na Internet. A disponibilidade de técnicas de assinatura digital é um grande estimulo eBusiness and eGovernment.

Para documentos PDF, os dados da assinatura são incoportados diretamente com o documento PDF assinado, tal como uma assinatura de tinta torna-se uma parte integrante de um documento em papel, permitindo que o arquivo completo em PDf seja copiado, armazenado e distribuido como um simples arquivo eletrônico. A assinatura também pode ter a representação visual de um campo de formulário, tal como é em documentos impressos. Uma vantagem significativa do PAdEs é que ele está sendo implementado por meio de softwares amplamente disponíveis: Não requer o desenvolvimento ou customização de um software especializado.

Padrões PAdES (ETSI TS 102 778)[editar | editar código-fonte]

As especificações técnicas do PAdES contém 6 partes:

  • Parte 1: PAdEs Visão Geral - um documento do framework PAdES.
  • Parte 2: PAdES Básico - Perfil baseado na ISO 32000-1.
  • Parte 3: PAdES Aprimorado - PAdES-Assinatura Eletrônica Básica e PAdES-Perfis de Politicas de Assinaturas Eletrônicas.
  • Parte 4: PAdES Longo Perpiodo- PAdES- Perfis de Validação de Longo Período
  • Parte 5: PAdES para conteúdo XML - Prefis para assinaturas XAdES de conteúdo XML em arquivos PDF.
  • Parte 6: Representação visual de assinaturas eletrônicas.

Os padrões do PAdES podem ser acessados em ETSI download page.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]