Pablo Alfaro Armengot

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pablo Alfaro
Informações pessoais
Nome completo Pablo Alfaro Armengot
Data de nasc. 26 de Abril de 1969 (45 anos)
Local de nasc. Zaragoza,  Espanha
Altura 1,85
Apelido Dr. Terror, O carniceiro
Informações profissionais
Posição Zagueiro (aposentado)
Treinador
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1988–1989
1989–1992
1992–1993
1993–1996
1996–1997
1997–2000
2000–2005
2006–2007
Espanha Zaragoza B
Espanha Zaragoza
Espanha Barcelona
Espanha Racing Santander
Espanha Atlético de Madrid
Espanha Mérida
Espanha Sevilla
Espanha Racing Santander

107 (2)
007 (0)
108 (1)
011 (0)
097 (0)
164 (3)
022 (1)
Seleção nacional
1998–2006 Seleção de Aragão 03 (0)
Times que treinou
2009-2010
2010
Espanha Pontevedra
Espanha Recreativo Huelva
? (?)

Pablo Alfaro Armengot (Zaragoza, 26 de abril de 1969) é um ex-futebolista e treinador de futebol espanhol.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Zaragoza e Barcelona: 1988-1993[editar | editar código-fonte]

Começou em 1988, no time B do Zaragoza. Foi promovido à equipe principal já no ano seguinte, e seu desempenho o levou a ser contratado pelo poderoso Barcelona.

Primeira passagem pelo Racing, frustração em Madri e bom desempenho em Mérida: 1993-2000[editar | editar código-fonte]

Não tendo ido bem nos blaugranas, Alfaro foi negociado para o Racing Santander em 1993, atuando pelo clube da Cantábria durante três anos.

Atuou também no Atlético de Madrid, mas sua presença pelos colchoneros foi tímida e não foi percebida pelos torcedores. Teve um bom desempenho no modesto Mérida, cujas atuações acabaram chamando a atenção do Sevilla, que o contratou em 2000.

A fama de marcador feroz no Sevilla: 2000-2005[editar | editar código-fonte]

Durante sua passagem pela equipe andaluz, Alfaro formou uma forte dupla de zaga com o também experiente Javi Navarro, e sua fama de implacável marcador (às vezes chegando com violência para cima dos adversários) lhe renderam as alcunhas de Dr. Terror e Carniceiro.

Retorno ao Racing e fim de carreira: 2006-2007[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2006, após o contrato com o Sevilla ter vencido, Alfaro regressou ao Racing Santander. Alfaro se despediu como jogador no ano seguinte, em partida contra o Bétis. Ao,fim da partida, os torcedores ovacionaram o zagueiro.

Carreira de treinador[editar | editar código-fonte]

Dois anos depois de abandonar os gramados, Alfaro regressou ao futebol. Não para voltar a atuar profissionalmente, mas para estrear sua nova carreira, a de treinador. A primeira equipe dirigida por ele é o pequeno Pontevedra, da Terceira Divisão Espanhola.

Seleção[editar | editar código-fonte]

Sem nunca ter sido convocado para a Seleção Espanhola de Futebol, Pablo Alfaro jogou de 1998 a 2006 pela Seleção de Aragão, que não é afiliada à FIFA nem à UEFA.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Bandeira de EspanhaSoccer icon Este artigo sobre um futebolista espanhol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.