Pasquale Galluppi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pasquale Galluppi.

Pasquale Galluppi (Tropea, 12 de abril de 1770 - Nápoles, 13 de dezembro de 1846), foi um filósofo italiano, dos mais importantes da época do Risorgimento.

Foi correspondente do Instituto de França, sendo agraciado com o título de cavaleiro da Legião de Honra daquele país, em 1830.

Em 1831 tornou-se titular da cadeira de lógica e metafísica da Universidade da Nápoles, onde permaneceu por quinze anos.

As suas idéias liberais foram expressas em "Pensamentos Filosóficos sobre a Liberdade Compatíveis com Qualquer Forma de Governo" e em seus "Opúsculos Filosóficos sobre a Liberdade Individual do Cidadão", de 1820, nos quais pede a liberdade de pensamento, de imprensa e de religião.

Escreveu outras obras como o "Ensaio Filosófico sobre a Crítica do Conhecimento" e "Lições de Lógica e de Metafísica".

A filosofia de Gallupi, "qualificada de filosofia da experiência", baseia-se numa psicologia descritiva que considera a vontade como fator fundamental da vida psíquica.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Saggio filosofico sulla critica della conoscenza umana
  • Lettere sulle vicende della filosofia da Cartesio a Kant
  • Elementi di Filosofica
  • Lezioni di Logica e Metafisica
  • Filosofia della volontà
  • Considerazioni filosofiche sull' idealismo trascendentale
  • Storia della Filisofia

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • HASTING, Jorge - "Idéias Liberais do Século XIX" - Recife - 1946
Ícone de esboço Este artigo sobre filosofia / um filósofo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.