Paul Troger

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Teto na Abadia de Melk, 1731

Paul Troger (Welsberg, 30 de outubro de 1698 - Viena, 20 de julho de 1762) foi um pintor, desenhista e gravurista da Áustria, um dos nomes mais importantes do Rococó germânico.

Com 16 anos recebeu o patronato da família Von Firmian, viajando para a Itália e tornando-se aluno de Giuseppe Alberti. Em 1722 o príncipe-bispo de Gurk o enviou para Veneza, onde descobriu os trabalhos de Giovanni Battista Piazzetta e Giovanni Battista Pittoni. Em Roma, estudou com Sebastiano Ricci, em Nápoles com Francesco Solimena e em Bolonha com os mais importantes nomes da Itália central. Também recebeu a influência de Caracci, Luca Giordano e Giuseppe Maria Crespi.

Volatando à Áustria, iniciou a trabalhar em Salzburgo, passando depois para Viena. Tornou-se o pintor favorito na Baixa Áustria para decoração de interiores em afresco, em colaboração com o arquiteto Josef Munggenast. Em 1754 ingressou na Academia de Arte de Viena.

Seu estilo dominou a pintura austríaca até o fim do século XVIII, e foi uma forte influência para Franz Anton Maulbertsch, Josef Ignaz Mildorfer, Franz Sigrist, Johann Wenzel Bergl e Franz Karl Palko.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Este artigo foi elaborado a partir de tradução do artigo Paul Troger, da Wikipédia em inglês, que se encontrava nesta versão.
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.