Pausânias da Macedónia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Pausanas da Macedônia)
Ir para: navegação, pesquisa
Pausanas da Macedônia
Rei da Macedônia
Governo
Reinado 3951  - 394 a.C.2 ou
401 - 400 a.C.3
Antecessor Amintas II da Macedónia, Amintas III da Macedónia ou Aéropo II da Macedônia
Sucessor Amintas III da Macedónia, Argeu II da Macedónia ou Ptolemeu da Macedónia
Dinastia Dinastia argéada
Vida
Pai Aéropo II da Macedônia

Pausânias foi um rei da Macedónia.

Fontes antigas[editar | editar código-fonte]

Existem várias listas de reis da Macedónia.

Em uma das listas de reis da Macedónia na Crónica de Eusébio de Cesareia, Pausânias é o décimo-oitavo rei, sucedeu a Amintas, reinou por um ano, e foi sucedido por Argeu II.4 Amintas, seu antecessor, poderia ser o pai de Filipe, que conquistou a Grécia,5 ou algum outro rei (chamado, por convenção, Amintas II da Macedónia, para diferenciar de Amintas III da Macedónia, o pai de Filipe).[carece de fontes?]

Na lista de reis atribuída a Diodoro Sículo por Eusébio, Pausânias foi o sucessor de Aéropo II, reinou por um ano, e foi sucedido por Ptolemeu.4

No texto de Diodoro Sículo, ele foi o filho e sucessor de Aéropo II, iniciou seu reinado no segundo ano da 96a olimpíada, e reinou por um ano.1 Ele foi assassinado no terceiro ano da 96a olimpíada por seu sucessor Amintas III da Macedônia.2

No Chronicon, de Jerónimo de Estridão, Pausânias iniciou seu reinado de um ano em 401 a.C., foi o sucessor de Amintas II, que também havia reinado um ano, e foi sucedido por Amintas III, que reinou seis anos, e, depois de um interregno de dois anos em que reinou Argeu, voltou a reinar por dezoito anos.3

De acordo com o texto bizantino Chronographeion Syntomon, seu antecessor foi Amintas, ele reinou por um ano, e seu sucessor foi outro Amintas, sendo que este outro Amintas foi sucedido por outro Amintas (há um total de quatro reis chamados Amintas neste texto).6

Fontes modernas[editar | editar código-fonte]

De acordo com William Smith, Pausânias era o filho e sucessor de Aéropo, e foi assassinado no mesmo ano em que começou a reinar, em 394 a.C.. Seu sucessor foi Amintas, o pai de Filipe e avô de Alexandre.7 William Smith chama o pai de Filipe de Amintas II.5

De acordo com Walter Raleigh, Pausânias, o filho do usurpador Aéropo, é idêntico ao pretendente Pausânias, que tentou se tornar rei no período seguinte ao assassinato de Alexandre II da Macedónia. Ele teria o apoio dos trácios, enquanto Argeu, seu irmão, o apoio dos ilírios.8

Referências

  1. a b Diodoro Sículo, Biblioteca Histórica, Livro XIV, 84.6 [ael/fr][en]
  2. a b Diodoro Sículo, Biblioteca Histórica, Livro XIV, 89.2 [ael/fr][en]
  3. a b Jerônimo de Estridão, Chronicon [em linha]
  4. a b Eusébio de Cesareia, Crónica, 87 [em linha]
  5. a b William Smith, Dictionary of Greek and Roman Biography and Mythology, Amyntas II [em linha]
  6. Chronographeion Syntomon, O Reino dos Macedônios [em linha]
  7. William Smith, Dictionary of Greek and Roman Biography and Mythology, Pausanias V [em linha]
  8. Walter Raleigh, The History of the World, Book IV, Times from the reign of Philip of Macedon, to the establishment of that kingdom, in the time of Antigonus, Chap. I, Of Philip, the father of Alexander the Great, king of Macedon, Sect. I, What kings reigned in Macedon before Philip [google books]
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.