Pedro Lascuráin Paredes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pedro José Domingo de la Calzada Manuel María Lascuráin Paredes
Pedro José Domingo de la Calzada Manuel María Lascuráin Paredes
Presidente do  México
Mandato em 18 de fevereiro de 1913 durante c. 45 minutos
Antecessor(a) Francisco Ignacio Madero
Sucessor(a) Victoriano Huerta
Vida
Nascimento 8 de maio de 1856
Cidade do México, México
Morte 21 de julho de 1952
Cidade do México, México
Dados pessoais
Primeira-dama María Flores
Profissão político

Pedro José Domingo de la Calzada Manuel María Lascuráin Paredes (Cidade do México, 8 de Maio de 1856[1] - 21 de Julho de 1952), cumpriu o mandato mais curto de todos os tempos como presidente, no cargo de presidente do México.

Licenciado em direito em 1880, foi presidente da câmara da Cidade do México até ser escolhido para ocupar o cargo de ministro de relações exteriores durante a presidência de Francisco Madero. Em 19 de Fevereiro de 1913 Madero foi deposto por um golpe de estado liderado por Victoriano Huerta. Por forma a dar a este golpe uma aparência de legalidade, Huerta entregou a presidência a Lascuráin, após o que Lascuráin nomeou Huerta ministro do interior demitindo-se em seguida, entregando assim a presidência a Huerta, de acordo com a constituição. Lascuráin ocupou o cargo de presidente durante cerca de uma hora (diversas fontes apontam um período de tempo entre 25 e 55 minutos).[2] [3] Huerta ofereceu posteriormente a Lascuráin uma posição no governo e que este declinou.

Foi director da Escuela Libre de Derecho, a principal escola de direito da Cidade do México durante 16 anos, tendo publicado inúmeros textos sobre direito civil e comercial.

Referências

Precedido por
Francisco I. Madero
Presidente do México
19 de Fevereiro de 1913
Sucedido por
Victoriano Huerta