Plone

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Plone
Plone-logo.svg
Plone.png
Screenshot da instalação padrão
Desenvolvedor Alan Runyan, Alexander Limi, Vidar Andersen e o Plone Team
Versão estável 4.2 (5 de julho de 2012; há 105 semanas e 2 dias)
Sistema operacional Multiplataforma
Gênero(s) Gerenciamento de conteúdo (CMS)
Licença GNU General Public License
Página oficial plone.org

Plone é um sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS, de Content Management System) escrito na linguagem Python e que roda sobre um Servidor de Aplicações Zope e sobre o framework CMF (Content Management Framework).

O Plone pode ser usado para a construção de portais de informação em intranets, extranets e na Internet. Pode ser usado também para construir sistemas de publicação de documentos ou até como ferramenta para trabalho colaborativo. O Plone roda em praticamente qualquer plataforma.

Histórico[editar | editar código-fonte]

O projeto Plone surgiu em 1999, com Alan Runyan, Alexander Limi e Vidar Andersen. Em 2004 surgiu a Fundação Plone, para proteger e promover seu uso. É desenvolvido em código aberto, adotado por milhares de desenvolvedores no mundo todo, inclusive pelo website do FBI.

Versōes[editar | editar código-fonte]

Versões estáveis do Plone:[1]

Versão Data Meses após
última versão estável
0.1 1999 - [nota 1]
1.0 2003-02-06 - [nota 2]
2.0 2004-03-23 13
2.1 2005-09-06 18
2.5 2006-09-19 12
3.0 2007-08-21 11
3.1 2008-05-02 8
3.2 2009-02-07 9
3.3 2009-08-19 6
4.0 2010-09-01 12
4.1 2011-08-08 11
4.2 2012-07-05 11

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Início do projeto Plone
  2. Primeira versão estável

Referências

  1. Current Release:Plone 4.3. Plone.org (23/03/2012). Página visitada em 17/04/2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre software livre é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.