Podologia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

A podologia é a disciplina que se dedica ao estudo dos pés do ponto de vista da sua anatomia e patologia.

O que é a Podologia? A Podologia é a ciência da área da saúde que estuda, previne, diagnostica e trata as alterações dos pés e as suas repercussões no corpo humano. O que é a Podologia? A palavra Podologia deriva do grego: “podo” significa pé e “logos” significa tratado. Assim, podemos definir Podologia como “estudo e tratamento dos pés”. Tal como noutras ciências da saúde, verificou-se nos últimos tempos uma grande evolução na qualidade e no tipo de serviços prestados nesta área, o que faz com que a definição anterior se torne insuficiente para caracterizar a Podologia no seu estado actual.

Esta evolução foi possível também graças à aplicação de novas tecnologias nos métodos de diagnóstico e aplicação de novos tratamentos, tornando a Podologia numa área da saúde altamente especializada, que nada tem a ver com simples tratamentos de estética, como algumas pessoas pensam, por falta de informação.
Assim, de forma mais rigorosa, pode-se definir Podologia como o ramo das ciências da saúde que tem por objectivo a prevenção, o estudo, a investigação e o tratamento dos processos patológicos do pé. 
O que é um Podologista / Podiatra?
Podologista ou podiatra é um profissional de saúde da área da Podologia, que tem como principal objectivo prevenir e tratar a causa da patologia, com capacidade para elaborar um diagnóstico mediante a recolha de dados e para efectuar o respectivo tratamento.

História Desde quando se estuda Podologia em Portugal?

Em Portugal estuda-se Podologia desde Outubro de 1994, contudo só em 1997 se oficializou o Curso Superior de Podologia, atribuindo o grau de Bacharel pela conclusão com aproveitamento de todas as unidades curriculares que integram o plano de estudos referente a três anos de formação superior.
Mas a Podologia não parou por aqui: a 16 de Fevereiro de 2001 foi reconhecido o grau de licenciado pela conclusão com aproveitamento de todas as unidades curriculares que integram o plano de estudos referente a quatro anos de formação superior.
Desta forma, Portugal é o primeiro país da Europa a conseguir este grau de ensino em Podologia – Licenciatura. Só nos Estados Unidos é atribuído um grau mais elevado, denominando-se a Podologia de Medicina Podiátrica.
Em Portugal já existem mestrados no âmbito do ensino universitário, nas áreas de podiatria clínica, podiatria infantil, podiatria geriátrica e podiatria desportiva.
Atualmente alguns países da Europa já têm regulamentação da profissão e competências profissionais atribuídas aos podologistas, nomeadamente Espanha, Reino Unido e Itália. Destes países destaca-se Espanha, uma vez que os podologistas já possuem competências na área da farmacologia (com prescrição e simpósio terapêutico no âmbito da sua intervenção clínica) e também possuem competências na área da cirurgia de acordo com as suas competências profissionais. 

Porque é tão importante estudar os pés?

Os pés são o único ponto básico do aparelho locomotor, que assegura a posição erguida (bípede), intervindo nesta função os músculos que actuam sobre a cabeça e tronco, as ancas e as pernas. Qualquer alteração da dita posição significa a afectação de todos os elementos que contribuem para a dinâmica do corpo.

Daqui se conclui que o estudo do pé não pode ser isolado do restante aparelho locomotor; como estrutura complexa que é, necessita do suporte, apoio e interacção de ciências distintas que complementam esta formação integrada. Os pés são também a base de sustentação do organismo humano, são eles que suportam o peso do corpo, ficando sujeitos a uma enorme tensão. Além de suportarem o peso do corpo, os pés estão sujeitos a um enorme desgaste. Por exemplo, os pés de uma pessoa de 70 anos fizeram um percurso equivalente a 3 vezes a volta ao mundo.

Quais são as funções do Pé? O pé é o principal suporte do peso do corpo. Basicamente tem duas funções distintas: uma em estática (quando o indivíduo se encontra parado e de pé), e outra em dinâmica (quando o indivíduo se encontra em movimento). A função em estática diz respeito à distribuição de forças que o peso do corpo faz incidir sobre os pés. A função em dinâmica é bastante complexa porque engloba o estudo da mecânica dos pés e de todo o corpo – Biomecânica – mas de uma forma básica pode ser descrita como um “motor activo”, porque permite a propulsão, o caminhar, correr, saltar, etc. A função dinâmica é também amortecedora das pressões que chegam ao pé durante a marcha, a corrida e o salto. Por permitir a adaptação a movimentos complexos e especializados o pé pode ser chamado de “técnico especializado.” Como se pode concluir o pé é uma estrutura de enorme importância para o nosso corpo, permitindo a interacção do corpo com o solo e com o meio que nos rodeia, tornando-nos capazes de executar movimento e de captar e perceber estímulos que nos são enviados pelo exterior.

Áreas de Intervenção: Em concreto, de que problemas trata a Podologia?

A Podologia dedica-se ao estudo do pé em diferentes áreas, tais como:

v Dermatopodologia (alterações da pele e unhas);

v Ortopodologia (ortopedia do pé);

v Biomecânica (estudo estático e dinâmico do pé);

v Podologia Infantil (tratamento do pé na criança);

v Podologia Desportiva (estudo funcional do pé do desportista);

v Podologia e Pé de Risco (pé diabético; pé reumático , pé neuropático...);

v Podologia Geriátrica (intervenção no pé do idoso)

v Podologia Preventiva (prevenção em diversos âmbitos: desporto, Diabetes, Reumatismo...);


De forma sucinta, podemos destacar: Alterações da pele

· Calosidades (helomas, tilomas, hiperqueratoses)

· Micoses (dermatomicoses, ex. Pé de Atleta)

· Úlceras, Feridas, Gretas

· Verrugas, Papiloma vírus (“Cravos”)

· Pele seca e descamativa (xeroses, desidrose, ...)

· Excesso de Transpiração e Mau Cheiro (hiperhidrose, bromohidrose)

Alterações das Unhas:

· Unhas Encravadas (onicocriptoses)

· Micóticas (onicomicoses)

· Engrossadas (onicogrifoses)

Alterações do Pé:

· Alterações Biomecânicas (Esporão do Calcâneo, Fasceite Plantar Pé Cavo, Pé Plano/Chato,...)

· Estudo da Marcha (Caminhar Incorrecto e/ou com Dor)

· Deformidades dos Dedos e Joanetes

· Dismetrias e Heterometrias (Pernas de Diferentes Tamanhos)

· Palmilhas, Próteses e Elementos Ortopédicos Personalizados

Pé do Adulto:

· Pé Reumático

· Pé Vascular

· Pé Neurológico

· Pé do Idoso

Pé Diabético:

· Feridas e Úlceras Típicas

· Alterações Estruturais

· Palmilhas Preventivas

Pé da Criança:

· Apoio Incorrecto dos Pés

· Juntar os Joelhos

· Cansaço Excessivo dos Pés

· Alterações Dérmicas

· Dores Generalizadas

· Mal Formações Congénitas (Pé Zambo, Espinha Bífida...)

· Palmilhas Correctivas ou Compensatórias

Pé do Desportista:

· Lesões e Traumatismos (Entorses, Tendinites, Contusões...)

· Estudo da Marcha

· Estudo do Apoio do Pé

· Palmilhas Personalizadas

[1]

No Brasil[editar | editar código-fonte]

Graduação[editar | editar código-fonte]

No ano de 2008 foi criado o primeiro curso de graduação em nível superior (Graduação Tecnológica em Podologia), na Universidade Anhembi Morumbi, integrante da rede mundial de universidades "Laureate International Universities".

Desta forma o Brasil conta com podólogos graduados de nível superior, podendo prosseguir seus estudos em pós graduações, mestrado e doutorado.

Graduar-se em Podologia, no Brasil, exige que o aluno passe em um processo seletivo e depois se matricule para estudar durante três anos, podendo ao fim do curso receber um diploma de Bacharelado em Podologia.

O Curso de Podologia da Universidade Anhembi Morumbi foi aprovado pelo MEC - Ministério da Educação e Cultura, através do CONSUN 011/07 de 13/08/2007. Também é reconhecido o Curso Técnico de 1200 hs, habilitando o aluno a ser um profissional com clínica própria, bem como a trabalhar como profissional multidisciplinar em consultórios médicos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Fonte: Linha Podológica - Dra. Joana Azevedo

  1. Fonte: Linha Podológica - Dra. Joana Azevedo