Ponte Humber

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Humber Bridge
Humber Bridge
Arquitetura e construção
Design Ponte suspensa
Mantida por The Humber Bridge Board
Início da construção 1972
Término da construção 1981 (32–33 anos)
Data de abertura Ao tráfego em 24 de junho de 1981
Oficialmente 17 de julho de 1981 (33 anos)
Dimensões e tráfego
Comprimento total 2 220 m
Tráfego 120 mil veículos/semana
Geografia
Cruza Estuário do Humber
Localização East Riding of Yorkshire, Inglaterra

A Ponte Humber(em inglês:Humber Bridge) é uma ponte pênsil no Reino Unido sendo a quinta maior ponte suspensa do mundo e que liga a cidade de Hessle à Barton-upon-Humber, atravessando o estuário do Humber.

História[editar | editar código-fonte]

Os planos para a construção de uma ponte ligando as duas cidades surgiram na década de 1930 e tiveram destaque novamente em 1955, porém as obras só foram iniciadas em 1972. O governo do Reino Unido criou a Lei Ponte Humber em 1959 com o objetivo de levantar fundos para a construção da tão esperada obra.

No entanto o levantamento da quantia necessário se revelou quase impossível em 1966 levando o Ministério dos Transportes a cancelar a obra. Porém, o ministro trabalhista Harold Wilson insistiu na construção da ponte.

Depois de longos anos de construção a ponte foi finalmente inaugurada pela rainha Elizabeth II em 1981 tornando-se a maior ponte suspensa do mundo (título que possuí ria por mais 16 anos).

Problemas[editar | editar código-fonte]

Suicídios[editar | editar código-fonte]

Já foram registrados mais de 200 acidentes envolvendo suicídios na ponte com apenas 5 sobreviventes.[1] Entre 1990 e 2001 a empresa responsável pela ponte recebeu 64 chamados de emergência.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Bridge jump attempts prevented. BBC News (13 June 2007). Página visitada em 2007-06-13.