Procurador-Geral da União

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde dezembro de 2009)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.

O Procurador-Geral da União é o chefe da Procuradoria-Geral da União órgão de direção superior da Advocacia-Geral da União, instituição que representa a União judicial e extrajudicialmente. A ele incumbe dirigir, supervisionar, coordenar e orientar a atuação da Procuradoria-Geral da União. Ao Procurador-Geral da União ainda incumbe, por delegação do Advogado-Geral da União, desistir, transigir, acordar e firmar compromisso nas ações de interesse da União, bem como promover a lotação e a distribuição dos Membros da Advocacia-Geral da União e seus servidores. O Procurador-Geral da União também integra o Conselho Superior da Advocacia-Geral da União. No exercício de suas atribuições é auxiliado por seus Adjuntos, pelos Procuradores-Regionais, Procuradores-Chefes e Procuradores-Seccionais.

O atual Procurador-Geral da União é Paulo Henrique Kuhn.[1]

Referências

  1. Informações sobre a Procuradoria-Geral da União Advocacia Geral da União. Página visitada em 4 de fevereiro de 2014.
Ícone de esboço Este artigo sobre direito é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.