Raguvamsa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Raghuvamsa)
Ir para: navegação, pesquisa

Raguvamsa ou Raghuvamsa (em sânscrito: रघुवंश, Raghuvaṃśa) é um mahakavya (poema épico) em sânscrito de Kalidasa. Ele narra, em 19 sargas (cantos), as histórias da Dinastia Raghu, em especial da família de Dilipa e e seus descendentes até Agnivarna, quem unclui Raghu, Dasharatha e Rama. O primeiro comentário sobrevivente escrito sobre o trabalho é a do estudioso Kashmirian do século 10 Vallabhadeva.[1]

Métrica[editar | editar código-fonte]

O épico é composto em 21 métricas em sânscrito, ou seja, Anuṣṭup, Indravajrā, Upajāti, Upendravajrā, Aupacchandasika, Toṭaka, Drutavilambita, Puṣpitāgrā, Praharṣiṇī, Mañjubhāṣiṇī, Mattamayūra, Mandākrāntā, Mālinī, Rathoddhatā, Vaṃśastha, Vasantatilakā, Vaitālīya, Śārdūlavikrīḍita, Śālinī, Svāgatā e Hariṇī.[2]

Ícone de esboço Este artigo sobre a Índia é um esboço relacionado ao Projeto Ásia. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências

  1. Dominic Goodall and Harunaga Isaacson, The Raghupañcikā of Vallabhadeva, Volume 1, Groningen, Egbert Forsten, 2004.
  2. Raghuvaṃśa of Kālidāsa - Edited with extracts & Notes etc by Narayan Ram Acharya Kavyatirtha, Chaukhambha Publishers, Varanasi, 2nd ed (2002), Appendix 2