Reações acopladas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde agosto de 2009). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.

Reações acopladas são reações exergônicas com endergônicas, que conservam uma grande parte de energia química dos nutrientes alimentares de uma forma utilizável.

Um mecanismo possível de acoplamento pode ser imaginado quando um intermediário obrigatório comum (I) faz parte de ambas as reações, isto é: A + C → I → D + D Algumas reações exergônicas e endergônicas dos sistemas biológicos são acopladas assim. Deve-se levar em conta que este tipo de sistema tem um mecanismo interno para o controle biológico da velocidade, no qual os processos oxidativos ocorrem desde que a existência de um intermediário obrigatório comum permita que a velocidade de utilização do produto da vis de síntese (D)determine, pela lei de ação das massas, a velocidade na qual A é oxidado.

Ícone de esboço Este artigo sobre Bioquímica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.