Refutação de Todas as Heresias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Refutação de todas as heresias ou Philosophumena (em grego: Φιλοσοφούμενα "ensinamentos filosóficos") é um compêndio de trabalhos cristãos do princípio do século III, geralmente atribuídos à Hipólito de Roma. A maior parte da obra foi recuperada em 1842 num manuscrito no território dos Monte Atos, ainda que a obra completa permaneça perdida. Ela enumera diversas crenças pagãs e trinta e três crenças gnósticas consideradas heréticas, o que a torna uma das principais fontes de informação sobre a oposição contemporânea à ortodoxia católica1 .

Referências

  1. Rudolph, Kurt. Gnosis: The Nature and History of Gnosticism (em inglês). [S.l.: s.n.], 1983., pág. 13.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]