Rei dos Romanos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Maximiliano I, pintura de Albrecht Dürer, no Kunsthistorisches Museum. Maximiliano tornou-se "Rei dos Romanos" quando seu pai Frederico III ainda era vivo.

Rei dos Romanos — que não deve ser confundido com o título muito mais antigo dos monarcas do Reino de Roma — era um dos títulos utilizados pelos imperadores do Sacro Império Romano Germânico, ao ser eleito pelos duques do império. Rei da Germânia (ou dos Germanos), o eleito recebia o título de Rex Romanorum, só recebendo o título de "imperador" (Imperator Romanorum) ao ser sagrado pelo papa

Durante a história do Sacro Império Romano-Germânico, alguns imperadores foram eleitos mas não sagrados pelo papa, detendo assim apenas o título de "Rei dos Romanos".

Este título também era usado eventualmente pelos príncipes herdeiros. Na verdade, as regras que norteavam a sucessão do imperador do Sacro Império eram confusas e só se estabilizaram nos séculos XV e XVI.

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.