Ronan Farrow

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ronan Farrow (Connecticut, 19 de dezembro de 1987) é um ativista de direitos humanos e jornalista freelance americano. Seus textos foram publicados nos jornais Los Angeles Times, International Herald Tribune e Wall Street Journal, entre outras publicações, e são focados primariamente em problemas relacionados a direitos humanos no Chifre da África.[1]

Recebeu o nome de Satchel Ronan O'Sullivan Farrow, sendo materno neto do diretor John Farrow e da atriz Maureen O'Sullivan, e filho do diretor Woody Allen e da atriz Mia Farrow, os quais travaram uma batalha pela sua custódia. Seu nome é uma homenagem a Satchel Paige e à sua avó.[2]

No princípio de 2009, foi divulgado que Farrow estava em processo de análise para um cargo relacionado a assuntos externos na administração Obama.[3] Subsequentemente, fontes ligadas ao Departamento de Estado dos Estados Unidos indicaram que Farrow estava servindo como "Conselheiro Especial em Assuntos Humanitários e ONGs", focado no Afeganistão e Paquistão.[4]

Em 2013, foi divulgado que o seu verdadeiro pai poderia ser Frank Sinatra, e não Woody Allen. [5]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.