Simulador de voo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde dezembro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Simulador de voo Antoinette de 1909.

Um simulador de voo é um sistema de aparelhos ou um software que pretende recriar o voo de uma aeronave da maneira mais realística possível, incluindo turbulências, precipitação de nuvens, turbulências, etc.

Existem duas categorias de simuladores: os profissionais e os amadores. Os amadores vêm apenas com softwares específicos para computadores pessoais. Dentre os amadores, os mais famosos são o Microsoft Flight Simulator, o X-Plane e o Flight Gear.

Simuladores profissionais[editar | editar código-fonte]

Simulador de voo profissional TL39, de origem tcheca

Os simuladores profissionais são aparelhos complexos com sistemas de actuadores hidráulicos ou eléctricos para recriar os movimentos de uma aeronave durante o seu voo. Servem como um instrumento de ensino, treinamento, e em alguns casos ajudam às autoridades a investigar as causas de acidentes aéreos.

Os simuladores de voo são dispositivos de que ajudam o treinamento de tripulação de bordo. Sua função também é de redução de custos com manutenção, desgastes e reciclagem de pilotos em situações normais e adversas como treinamento de condições criticas.

Seu uso possibilita economia de até 1/8 do custo da hora de uma aeronave. Os simuladores são divididos em categorias por exemplo: CPT - Treinador de Procedimentos de Cabine FNPT - Treinador de Procedimentos de Cabine e Navegação Aérea Simuladores Parciais, que podem incluir sistema de movimento, controle de comandos (Control Loading), e Sistemas Visuais. FFS - Full Flight Simulator, que são simuladores completos, que simulam o voo IFR e VFR bem como reproduz o mundo virtual da áerea a ser treinada com imagens satelitais e objetos 3D. Sistema de movimento com alto grau de realismo. São divididos em níveis de detalhes técnicos como A,B, C e D.

Simuladores amadores[editar | editar código-fonte]

Simulador de voo amador FlightGear, distribuído gratuitamente sob a licença GNU.

Embora sejam considerados como simuladores por muitas pessoas, os simuladores amadores em sua grande maioria não são homologados para tal função, e não possuem os itens básicos de um simulador de voo (vide a lista no artigo Microsoft Flight Simulator).

Embora possam muitas vezes ensinar noções de voo reais, e até servir como treinamento básico, não substituem de forma alguma o treinamento em simuladores profissionais. As mais famosas séries de simuladores recreativos são: Microsoft Flight Simulator, FlightGear e X-Plane.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.