Sky City 1000

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde Fevereiro de 2008).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou secção contém informações sobre uma construção futura.
É provável que contenha informações de natureza especulativa, e seu conteúdo pode mudar drasticamente.
Tower crane colorize.png

O Sky City 1000 é um projeto de arranha-céu com 1000 metros de altura. Situaria-se no centro de Tokio.Seria como uma cidade vertical, com lofts, área comercial, uma ampla área de lazer,restaurantes, bares etc.Tudo foi detalhado para que as pessoas pudessem morar,trabalhar e terem entretenimento dentro do prédio. Acomodaria 36.000 residências e mais de 100.000 trabalhadores

Mas não pode ser construído por causa de grandes problemas como a ação da natureza sobre a sustentabilidade da edificação. O vento, por exemplo, é um efeito natural que se põe como um desafio para os arquitetos japoneses.Uma solução pode ter sido encontrada: todo o prédio seria oco, e ao centro um grade pêndulo.Esse teria a função de equilibrar o prédio em dias de grandes ventanias, fazendo um contrapeso com a movimentação da obra.Todo o prédio foi também construído como espaços vazios por entre os platôs.A ação das grandes rajadas de vento seria amenizada, diminuindo o tombamento do prédio.

Outro problema,agora não natural,seria como um prédio tão alto se sustentaria apenas com pilares na base, o que não seria nem um pouco suficiente. Os engenheiros utilizaram o método de implantar placas de aço por entre o grande bloco de concreto das pilastras. Estas, por sua vez, teriam proporções gigantescas, o que traria à tona outro problema: como elevara a tão grande altura pilastras de mais de 1000 toneladas? Dentro do prédio, as mais eficazes tecnologias seriam utilizadas. Trens trasportariam moradores e visitantes pelas grandes distâncias entre os atrativos do prédios. O elevadores seriam chamados de atômicos percorrendo velocidade de mais de 60km/h( a internacionalmente conhecida Otis seria a responsável por esse projeto). Os conceitos urbanos de Frank Lloyd Wright, arquiteto da Escola de Chicago e especialista em alta tecnologia, seriam utilizados.

Enfim, o Sky City está desafiando arquitetos e engenheiros japoneses a tomar as mais difíceis decisões e a solucionar os mais difíceis problemas.Tudo dependerá de mais alguns anos de pesquisa e a dissolução de muito e muitos desafios.



Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.