Suboficial

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde maio de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Suboficial é a designação de um grupo de postos ou de um posto específico, nas forças armadas de diversos países.

Portugal[editar | editar código-fonte]

Nas Forças Armadas Portuguesas a categoria de sargento é uma classe de militares, intermédia entre as categorias de oficial e de praça. Até ao século XIX chamou-se categoria de oficial inferior.

Os suboficiais dividem-se em duas subcategorias: a dos suboficiais superiores e a dos suboficiais subalternos. A categoria de suboficial abrange os várias postos de sargento, furriel e subsargento.

Brasil[editar | editar código-fonte]

Na Marinha do Brasil e na Força Aérea Brasileira, suboficial é a última e mais elevada graduação de praça, equivalente a subtenente no Exército Brasileiro.

Na Marinha do Brasil, o Decreto nº 19.880, de 17 de abril de 1931, criou o posto de Suboficial, inserido na escala hierárquica entre os oficiais de patente e os sargentos ajudantes. Segundo o referido Decreto (art. 2º), "Este posto substituirá, desde a data deste decreto, graduação de sargento-ajudante que teem os sub-oficiais da Armada." Até a edição do Decreto nº 19.880/31, os suboficiais existiam de fato, situação que foi regularizada com a criação do posto de Suboficial. O Decreto nº 20.214, de 16 de julho de 1931, modificou o plano e o regulamento dos uniformes dos Suboficiais da Armada, prevendo o uso de espada, talim e fiador.

Ver também[editar | editar código-fonte]