Systema Naturae

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Systema Naturae
Systema naturae per regna tria naturae, secundum classes, ordines, genera, species, cum characteribus differentiis, synonymis, locis
Autor (es) Lineu
Idioma Latim
Lançamento 1735

Systema Naturae (de nome completo: Systema naturae per regna tria naturae, secundum classes, ordines, genera, species, cum characteribus differentiis, synonymis, locis) foi um livro escrito por Lineu, no qual o autor faz a delineação das suas ideias para uma classificação hierárquica das espécies. Lineu concebeu o seu "Systema" dividindo a Natureza em três reinos: Animalia, Vegetalia e Mineralia.[1]

Foi um livro publicado em latim. A primeira edição foi de 1735.

A primeira edição continha apenas 10 páginas. Na sua 13ª edição, em 1770, tinha já 3000 páginas.

A 10ª edição do Systema Naturae de Linnaeus, 1758 é o trabalho que iniciou a aplicação geral da nomenclatura binomial zoológica. Portanto, esta data é aceita como ponto de partida da nomeclatura zoológica e da lei da prioridade.

Taxonomia[editar | editar código-fonte]

O Reino Vegetal[editar | editar código-fonte]

Chave do sistema sexual da décima edição de Systema Naturæ

As ordens e classes de plantas, de acordo com a sua obra Systema Sexuale, nunca foram previstas representar grupos naturais (em oposição a ordines naturales na sua obra Philosophia Botanica) mas apenas para uso em identificação. Foram usados nesse sentido até ao século XIX. As classes lineanas para as plantas, no seu sistema sexual, eram:

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.