Taxonomia dos Gastrópodes (Bouchet & Rocroi, 2005)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Bouchet & Rocroi, 2005 é atualmente o principal sistema de classificação de gastrópodes utilizado por especialistas. Este sistema taxonômico foi apresentado em um artigo chamado "Classificação e Nomenclatura de Famílias de Gastrópodes" (em inglês: "Classification and Nomenclator of Gastropod Families"), publicado no jornal Malacologia em 2005[1] escrito em colaboração com J. Frýda, B. Hausdorf, W. Ponder, Á. Valdés e A. Warén.

Esta classificação suplantou a taxonomia elaborada por Ponder & Lindberg, 1997, sendo atualmente considerada a mais próxima de representar a história evolutiva do filo Mollusca em sua totalidade, apesar do fato de que alguns malacologistas ainda estão sendo obrigados a utilizar uma classificação híbrida entre a taxonomia tradicional de Lineu e os trabalhos e revisões mais recentes baseados em pesquisa molecular.

No passado, a taxonomia de gastrópodes era grandemente baseada nas características morfológicas dos taxa (ou táxons), mas avanços recentes têm se embasado mais em sequências de DNA e RNA. Isso tornou a classificação e hierarquia taxonômica tradicionais um tanto controversas, e os debates sobre o assunto devem alongar-se por mais algum tempo.

A classificação proposta por Bouchet e Rocroi pretende reconciliar os avanços nas pesquisas recentes incluindo clados não-classificados para os taxa acima do nível de superfamília (substituindo os níveis subordem, ordem, superordem e subclasse), enquanto permanece utilizando a taxonomia tradicional para os taxa abaixo de superfamília. Assim, 611 famílias são reconhecidas como válidas. Destas, 202 são exclusivamente fósseis, indicadas abaixo com o símbolo †.

Onde quer que a monofilia não tenha sido ainda testada, ou onde um táxon tradicional de gastrópodes tenha sido mudado para parafilético ou polifilético, o termo "grupo" ou "grupo informal" é utilizado.

A classificação de famílias em subfamílias é frequentemente confusa e ainda não foi totalmente sistematizada; deve, pois, seguir a melhor hipótese possível.

A publicação Bouchet & Rocroi (2005)[1] também inclui uma nomenclatura de aproximadamente 2400 taxa supragenéricos de gastrópodes, indo de subtribo até superfamília. Uma referência bibliográfica completa é providenciada para cada táxon; esta inclui nome do(s) autor(es), a publicação original, data de publicação, gênero típico (ou seja, o gênero que deu nome ao táxon), status do táxon e reconhecimento do mesmo sob as regras do Código Internacional de Nomenclatura Zoológica (ICZN, da sigla em inglês).

Índice

Clados principais, grupos e grupos informais[editar | editar código-fonte]

Taxonomia em fomato de cladograma:




† Moluscos paleozóicos incertae sedis



† Táxons basais incertae sedis



Patellogastropoda



Vetigastropoda



Cocculiniformia


Neritimorpha

† Neritimorpha paleozóicos incertae sedis



Cyrtoneritimorpha



Cycloneritimorpha



  Caenogastropoda 

Caenogastropoda incertae sedis



Architaenioglossa



Sorbeoconcha


  Hypsogastropoda 

Littorinimorpha



Ptenoglossa



Neogastropoda




Heterobranchia

Lower Heterobranchia


  Opisthobranchia 

Cephalaspidea



Thecosomata



Gymnosomata



Aplysiomorpha



Acochlidiacea



Sacoglossa



Cylindrobullida



Umbraculida


  Nudipleura 

Pleurobranchomorpha


  Nudibranchia 

Euctenidiacea


  Dexiarchia 

Pseudoeuctenidiacea


  Cladobranchia 

Euarminida



Dendronotida



Aeolidida







Pulmonata

Basommatophora


  Eupulmonata 

Systellommatophora


  Stylommatophora 

Elasmognatha



Orthurethra



Sigmurethra







O formato em lista utilizado abaixo deixa claro quais taxa são denominados "grupos" e quais são "grupos informais":

Taxonomia[editar | editar código-fonte]

Na seguinte lista, mais detalhada, os taxa de superfamília e família constam como "sub-seções". Os nomes de clados têm sua hierarquia indicada pelo tamanho da letra utilizada em seus nomes. Para uma melhor visualização de sua hierarquia, veja a lista acima.

Moluscos do Paleozóico com posição sistemática incerta[editar | editar código-fonte]

(existem apenas como fósseis)

Posição incerta (Gastropoda ou Monoplacophora)[editar | editar código-fonte]

Conchas com rotação isotrófica de posição incerta (Gastropoda ou Monoplacophora)[editar | editar código-fonte]

Conchas com rotação anisotrófica de posição incerta (Gastropoda?)[editar | editar código-fonte]

Taxa basais que certamente pertencem a Gastropoda[editar | editar código-fonte]

(existem apenas como fósseis)

Clado Patellogastropoda[editar | editar código-fonte]

Clado Vetigastropoda[editar | editar código-fonte]

Clado Cocculiniformia[editar | editar código-fonte]

Clado Neritimorpha (= Neritopsina)[editar | editar código-fonte]

Contém os Neritimorpha de posição incerta do Paleozóico e os clados Cyrtoneritimorpha e Cycloneritimorpha

Clado Cyrtoneritimorpha[editar | editar código-fonte]

Clado Cycloneritimorpha[editar | editar código-fonte]

Clado Caenogastropoda[editar | editar código-fonte]

Contém os Caenogastropoda de posição sistemática incerta, o grupo informal Architaenioglossa e os clados Sorbeoconcha e Hypsogastropoda

Grupo informal Architaenioglossa[editar | editar código-fonte]

Clado Sorbeoconcha[editar | editar código-fonte]

Clado Hypsogastropoda[editar | editar código-fonte]

Contém os clados Littorinimorpha, Neogastropoda e o grupo informal Ptenoglossa.

Clado Littorinimorpha[editar | editar código-fonte]

Grupo informal Ptenoglossa[editar | editar código-fonte]

Clado Neogastropoda[editar | editar código-fonte]

Clado Heterobranchia[editar | editar código-fonte]

Contém os grupos informais Heterobranchia, Opisthobranchia e Pulmonata

Grupo informal "Heterobranchia inferiores" (= Allogastropoda)[editar | editar código-fonte]

Grupo informal Opisthobranchia[editar | editar código-fonte]

Contém os clados Cephalaspidea, Thecosomata, Gymnosomata, Aplysiomorpha, Sacoglossa, Umbraculida, Nudipleura e os grupos Acochlidiacea e Cylindrobullida.

Clado Cephalaspidea[editar | editar código-fonte]

Clado Thecosomata[editar | editar código-fonte]

Clado Gymnosomata[editar | editar código-fonte]

Clado Aplysiomorpha (= Anaspidea)[editar | editar código-fonte]

Grupo Acochlidiacea[editar | editar código-fonte]

Clado Sacoglossa[editar | editar código-fonte]

SubClado Oxynoacea[editar | editar código-fonte]

Subclado Placobranchacea[editar | editar código-fonte]

Grupo Cylindrobullida[editar | editar código-fonte]

Clado Umbraculida[editar | editar código-fonte]

Clado Nudipleura[editar | editar código-fonte]

Subclado Pleurobranchomorpha[editar | editar código-fonte]

Subclado Nudibranchia[editar | editar código-fonte]

Contém os clados Euctinidiacea e Dexiarchia

  • não consignados a uma superfamília
Clado Euctenidiacea (= Holohepatica)[editar | editar código-fonte]

Contém os subclados Gnathodoridacea e Doridacea

Subclado Gnathodoridacea[editar | editar código-fonte]
Subclado Doridacea[editar | editar código-fonte]
Clado Dexiarchia (= Actenidiacea)[editar | editar código-fonte]

Contém os clados Pseudoeuctenidiacea e Cladobranchia

Clado Pseudoeuctenidiacea ( = Doridoxida)[editar | editar código-fonte]
Clado Cladobranchia ( = Cladohepatica)[editar | editar código-fonte]

Contém os subclados Euarminida, Dendronotida e Aeolidida

Subclado Euarminida[editar | editar código-fonte]
Subclado Dendronotida[editar | editar código-fonte]
Subclado Aeolidida[editar | editar código-fonte]

Grupo informal Pulmonata[editar | editar código-fonte]

Contém o grupo informal Basommatophora e o clado Eupulmonata

Grupo informal Basommatophora[editar | editar código-fonte]

Contém o clado Hygrophila

Clado Hygrophila[editar | editar código-fonte]

Clado Eupulmonata[editar | editar código-fonte]

Contém os clados Systellommatophora and Stylommatophora

Clado Systellommatophora (= Gymnomorpha)[editar | editar código-fonte]
Clado Stylommatophora[editar | editar código-fonte]

Contém os subclados Elasmognatha, Orthurethra e o grupo informal Sigmurethra

Subclado Elasmognatha[editar | editar código-fonte]
Subclado Orthurethra[editar | editar código-fonte]
Grupo informal Sigmurethra[editar | editar código-fonte]
"Clado limacóide"[editar | editar código-fonte]

Duas superfamílias pertencem ao clado Sigmurethra, mas não figuram no clado limacóide.

Mudanças desde 2005[editar | editar código-fonte]

Mudanças taxonômicas:

  • Foi organizada a taxonomia de Helcionelloida de acordo com P. Yu. Parkhaev (2006-2007)[2] [3] . Os membros deste táxon figuravam entre os "Moluscos do Paleozóico com posição sistemática incerta" de Bouchet & Rocroi sob outro nome.
  • A família Provannidae foi transferida para a superfamília Abyssochrysoidea Tomlin, 1927.[4]
  • Uma nova Família foi criada: Hokkaidoconchidae Kaim, Jenkins & Warén, 2008[4] [5]
  • Nakano & Ozawa (2007)[6] efetuaram muitas mudanças em Patellogastropoda baseados em pesquisa filogenética molecular: Acmaeidae tornou-se sinônimo de Lottiidae; Pectinodontinae foi elevada para a família Pectinodontidae; uma nova família, Eoacmaeidae, contendo um novo gênero típico, Eoacmaea, foi criada.[6]
  • Geiger (2009)[7] elevou Depressizoninae para a família Depressizonidae.
  • Três subfamílias: Larocheinae, Sutilizioninae e Temnocinclinae foram elevadas a famílias, respectivamente, Larocheidae, Sutilizionidae e Temnocinclidae.[7]
  • Trochoidea e Turbinidae são verificadas como polifiléticas em 2006[8] e Trochidae, Turbinidae e Trochoidea foram redefinidas em 2008.[9]

Propostas e pesquisa:

Baseados em sequências nucleotídicas de genoma mitocondrial, Grande, Templado & Zardoya (2008)[10] propuseram as seguintes mudanças:

  • Pulmonata é polifilética.
  • Euthyneura não é monofilética porque Pyramidelloidea também deveria ser incluída nela.
  • Opisthobranchia não é monofilética porque Siphonaria pectinata deve ser reconhecida como membro deste grupo.

Referências[editar | editar código-fonte]

O conteúdo deste artigo foi traduzido com base em artigo equivalente na Wikipédia em inglês. As referências lá utilizadas foram:

  1. a b Bouchet P. & Rocroi J.-P. (Ed.); Frýda J., Hausdorf B., Ponder W., Valdés Á. & Warén A. 2005. Classification and nomenclator of gastropod families. Malacologia: International Journal of Malacology, 47(1-2). ConchBooks: Hackenheim, Germany. ISBN 3-925919-72-4. Issn = 0076-2997. 397 pp. http://www.vliz.be/Vmdcdata/imis2/ref.php?refid=78278
  2. Parkhaev, P. Y. (2006) "Adaptive radiation of the Cambrian helcionelloid mollusks (Gastropoda, Archaeobranchia)." In: S.V. Rozhnov (ed.) "Evolution of the biosphere and biodiversity. Towards the 70th anniversary of A. Y. Rozanov". 2006. Moscow, pp. 282-296.
  3. Parkhaev P. Yu.. (2007). "The Cambrian ‘basement’ of gastropod evolution". Geological Society, London, Special Publications 286: 415–421.
  4. a b Kaim, A., Jenkins, R.G., and Warén, A. 2008. Provannid and provannid−like gastropods from Late Cretaceous cold seeps of Hokkaido (Japan) and the fossil record of the Provannidae (Gastropoda: Abyssochrysoidea). Zoological Journal of the Linnean Society 154: 421–436.
  5. Kiel, S., Campbell, K.A., Elder, W.P., and Little, C.T.S. 2008. Jurassic and Cretaceous gastropods from hydrocarbon seeps in forearc basin and accretionary prism settings, California. Acta Palaeontologica Polonica 53 (4): 679–703.
  6. a b Nakano T. & Ozawa T. (2007). "Worldwide phylogeography of limpets of the order Patellogastropoda: Molecular, morphological and palaeontological evidence". Journal of Molluscan Studies 73(1) 79-99. doi:10.1093/mollus/eym001.
  7. a b Geiger D. L.(8 maio 2009) "A new species of Depressizona and the family rank of Depressizonidae". Zootaxa 2059: 57-59. abstract, artigo completo.
  8. Williams S. T. & Ozawa T. (abril 2006) "Molecular phylogeny suggests polyphyly of both the turban shells (family Turbinidae) and the superfamily Trochoidea (Mollusca: Vetigastropoda)". Molecular Phylogenetics and Evolution 39(1): 33-51. doi:10.1016/j.ympev.2005.12.017
  9. Williams S. T., Karube S. & Ozawa T. (setembro 2008) "Molecular systematics of Vetigastropoda: Trochidae, Turbinidae and Trochoidea redefined". Zoologica Scripta 37(5): 483-506. doi:10.1111/j.1463-6409.2008.00341.x
  10. Grande C., Templado J. & Zardoya R. 2008. Evolution of gastropod mitochondrial genome arrangements. BMC Evolutionary Biology, 2008, 8:61. doi:10.1186/1471-2148-8-61

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Klussmann-Kolb A., Dinapoli A., Kuhn K., Streit B. & Albrecht C. (25 February) 2008. From sea to land and beyond – New insights into the evolution of euthyneuran Gastropoda (Mollusca). BMC Evolutionary Biology 2008, 8:57. doi:10.1186/1471-2148-8-57
  • Cunha R. L., Grande C. & Zardoya R. (23 August) 2009. Neogastropod phylogenetic relationships based on entire mitochondrial genomes. BMC Evolutionary Biology, 2009, 9:210. doi:10.1186/1471-2148-9-210