Código Internacional de Nomenclatura Zoológica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Código Internacional de Nomenclatura Zoológica, mais conhecido como "O Código", é um documento que regula a nomenclatura científica na zoologia. Constitui um sistema de regras e recomendações acerca da maneira correta de compor e aplicar os nomes zoológicos.[1] A Comissão Internacional de Nomenclatura Zoológica é a entidade que mantêm e regula o Código, e também é a responsável por promover as alterações medianda opiniões e declarações. O Código foi adotado pelo XV Congresso Internacional de Zoologia em julho de 1958, na cidade de Londres. As disposições do Código aplicam-se a todos os nomes e publicações zoológicas após 1757, que afetem a nomenclatura zoológica.

Objetivos[editar | editar código-fonte]

O objetivo do Código é "promover a estabilidade e a universalidade dos nomes científicos dos animais, e assegurar que o nome de cada táxon seja único e distinto".

A unicidade, a estabilidade, a distinção entre as espécies e sua universalidade.

Referências

  1. PAPAVERO, N. (org.) Fundamentos Práticos de Taxonomia Zoológica (Coleções, Bibliografia e Nomenclatura). 2a ed. São Paulo: Editora da Universidade Estadual Paulista, 1994.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Taxonomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.