Superespécie

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Superespécie é definido como um grupo de pelo ou menos duas espécies alopátricas, morfologicamente semelhantes, mas distintas o suficiente para que não sejam consideradas como uma única espécie. O conceito foi proposto por Ernst Mayr e B. Rensch.[1] Este conceito está relacionado com o do complexo de espécies crípticas, mas nem todos os complexo de espécies crípticas constituem uma superespécie, e vice versa, mas muitos a são. As superespécies formadas por apenas duas espécies irmãs são chamadas de species pair.

Alguns exemplos de superespécies: Phylloscopus collybita, Camponotus cylindricus, Drosophila paulistorum, que constitui seis semiespécies alopátricas, embora haja áreas de sobreposição simpátrica.

Referências

  1. AMADON, D.. (1966). "The Superspecies Concept". Systematic Biology 15 (3): 245-249 pp.. DOI:10.2307/sysbio/15.3.245.
Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Domínio ou Super-reino Superordem Superfamília Superespécie
Reino Filo/Divisão Classe Ordem Família Tribo Gênero Espécie
Sub-reino Subfilo Subclasse Coorte Subordem Subfamília Subtribo Subgênero Subespécie
Infrarreino Infrafilo Infraclasse Legião Infraordem Seção Infraespécie
Parvclasse Parvordem