Teatro da Garagem

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Teatro da Garagem é um grupo de teatro português dirigido por Carlos J. Pessoa e por Maria João Vicente.

O Teatro da Garagem foi fundado em 1989 por um grupo de jovens actores.

Equipa[editar | editar código-fonte]

As criações da companhia são feitas a partir de textos originais de Carlos J. Pessoa, das composições e interpretações de um músico residente e um núcleo de actores fixos

Carlos J. Pessoa é o director artístico, autor e encenador. Maria João Vicente é directora de produção, actriz e responsável pelo serviço educativo.

David Antunes é dramaturgista.

Daniel Cervantes é músico.

Miguel Cruz é o desenhador de luz.

Sérgio Loureiro é cenógrafo e figurinista.

Ana Palma, Fernando Nobre, Miguel Mendes, são actores da companhia.

Paula Cardoso é designer gráfica.

Bruno Coelho é produtor.

Raquel Paz e Iria Menut assistentes de produção.

Pelos palcos do teatro da Garagem passaram: José Espada, Miguel Seabra, Filipe Costa, Paula Cardoso, Maria d’Aires, Maria Duarte, Natália Vieira, José Airosa, Ângelo Torres, Paula Pedregal, Sílvia Filipe, Sofia Matinhos, Jorge Andrade, Patrícia Portela, Ana Cristina Pereira, Miguel Loureiro, Sara Duarte, Nelson Cabral, Marco Delgado, Anabela Almeida, Joana Craveiro, Sara Belo, Isabel de Castro, Cláudia Gaiolas, Carlos Oliveira, Joana Fartaria, Flávia Gusmão, Teresa Negrão, Sílvia Barbeiro, Luís Barros, José Peixoto, Cristina Carvalhal, Adérito Lopes, Victor d’Andrade, Lygia Logatto, Luísa Cruz, Carla Bolito, Célia Jore, Cláudio Silva, Diogo Bento, Miguel Damião, Miguel Matias, entre outros.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]