Transporte combinado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Transporte combinado é o termo empregue para se referir a todo o tipo de carga ou mercadoria que utiliza mais de um meio de transporte - como estrada, combóio, avião ou barco - para ir do ponto de partida ao ponto de chagada. (ver #Animação)

A União Europeia editou em colaboração com a Comissão Europeia dos Ministérios do Transporte (CMNT) e da Comissão Europeia um documento em que define a terminologia dos transportes combinados.

Todas estas definições só são aplicada quando durante o transporte não haja qualquer tipo de transvasamento, quer isto dizer que o material chega no mesmo estado de condicionamento em que partiu, ou seja na mesma unidade de carregamento.

Segundo o documento em referência, são definidos os seguintes termos:

Transporte multimodal[editar | editar código-fonte]

Ponto 1.0 - é o transporte de uma mercadoria utilizando dois ou mais meios de transporte.

Transporte intermodal[editar | editar código-fonte]

Ponto 1.1 - é o transporte de uma mercadoria utilizando dois ou mais meios de transporte na mesma unidade de carregamento, o #UTI, ou mesmo veículo, sem que haja nenhum transvasamento.

Transporte combinado[editar | editar código-fonte]

Ponto 1.2 - é um restrição da definição de transporte multimodal ao combóio e ao barco cujo percurso inicial ou final se termina na estrada.

Estrada-combóio[editar | editar código-fonte]

Ponto 1.3 - é a passagem da estrada ao combóio, quer dizer, o transporte em combóio de veículos de utilização rodoviária. Os franceses empregam o termo Ferroutage, os inglêses o temo 'Road-Rail'.

Estrada rolante[editar | editar código-fonte]

Ponto 1.4 e 1.6 - é o transporte de veículos rodoviário completos, utilizando a técnica do carregamento-descarregamento num vagão adaptados para esse feito. Por veículos rodoviário completos deve entender-se, no caso de um semi-reboque, que ele é acompanhado pelo remorque respectivo. Os franceses utilizam o Autoroute roulante ou Ferroviaire e os inglêses o Rolling road. Ex: comboio com carros franceses para os concessionários portugueses.

Transporte combinado acompanhado[editar | editar código-fonte]

Ponto 1.5 - é uma variante do transporte combinado na qual o condutor também é transportado. Ex: ferry-boat, túneis ferroviários para turistas.

Transroulagem[editar | editar código-fonte]

Ponto 1.7 - o embarcar/desembacar de um navio, de um vagão ou de uma #UTI de um veículo rodoviário. Neste caso não se fala nem de condutor nem de tractor, pelo que se pode tratar ou de semi-reboques ou dos barcos de transporte de automóveis das empresas automobilísticas orientais com destino ao ocidente. Utiliza-se a sigla RO-RO, do inglês Roll-On-Roll-Off.

Guindagem[editar | editar código-fonte]

Ponto 1.8 - o embarcar/desembacar da #UTI é feito com um guindaste. Utiliza-se a sigla LO-LO, do inglês Lift-On-Lift-Off. Ex: Sacos desembarcados em paletes.

Serviço Feeder[editar | editar código-fonte]

Ponto 1.9 - serviço de transporte marítimo, geralmente em contentor, para concentrar/redistribuir a mercadoria.

Transbordagem[editar | editar código-fonte]

Ponto 1.13 - movimento de uma #UTI de um meio de transporte a um outro.

UTI[editar | editar código-fonte]

Ponto 4.1 - UTI é a sigla de Unidade de Transporte Intermodal e refere-se a contentor, caixa móvel, e semi-reboque para o transporte intermodal.

Imagens[editar | editar código-fonte]

Animação[editar | editar código-fonte]

Exemplo animado de transporte combinado

Brasileiro[editar | editar código-fonte]

Documento com os termos empregues pela Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT Veículo rodoviário de carga: Terminologia

Documentação[editar | editar código-fonte]

Os capítulos do documento em referência tratam de :

  1. Termos Gerais
  2. Actores do transporte combinado
  3. Unidades de transporte
  4. Unidades de carregamento
  5. Unidades de carga
  6. Infra-estrutura e equipamento

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

  • A categoria; Transporte combinado