Guindaste

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde dezembro de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Trechos sem fontes poderão ser removidos.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing.
Guindastes nos subúrbios de Paris, França.

O guindaste (também chamado de grua e, nos navios pau de carga) é um equipamento utilizado para a elevação e a movimentação de cargas e materiais pesados, assim como, a ponte rolante usando o princípio da física no qual uma ou mais máquinas simples criam vantagem mecânica para mover cargas além da capacidade humana. [1] São comumente empregados nas indústrias, terminais portuários e aeroportuários, onde se exige grande mobilidade no manuseio de cargas e transporte de uma fonte primária à embarcação, trem ou elemento de transporte primário, ou mesmo avião, para uma fonte secundária, um veículo de transportes ou depósitos local. Pode descarregar e carregar contâiners, organizar material pesado em grandes depósitos, movimentação de cargas pesadas na construção civil e as conhecidas pontes rolantes ou guindastes móveis muito utilizados nas indústrias de laminação e motores pesados. [1] [2]

História[editar | editar código-fonte]

Greco-Roman Trispastos ("Three-pulley-crane"), um dos primeiros guindastes (150 kg de peso)

Os primeiros guindastes foram inventados na Idade Antiga pelos gregos e eram movidos por homens e/ou animais de carga (como os burros). Esses guindastes eram usados para construção de carros e prédios. Guindastes maiores foram desenvolvidos posteriormente usando engrenagens movidas por tração humana, permitindo a elevação de cargas mais pesadas.

Na Alta Idade Média, guindastes portuários foram introduzidos para carregamentos, descarregamentos e construções de embarcações - alguns eram construídos sobre torres de pedra para estabilidade e capacidade extras. Os primeiros guindastes eram feitos de madeira, mas com a Revolução Industrial, passaram a ser produzidos com ferro fundido e aço. Atualmente o guindaste é constituído normalmente por uma torre equipada com cabos e roldanas que é usada para levantar e baixar materiais.

Na construção civil, os guindastes são estruturas temporárias fixadas ao chão ou montadas num veículo especialmente concebido, normalmente ao lado da edificação, usado para elevar cargas pesadas aos andares superiores.

Os guindastes podem ser operados com cabine aonde há um controlador ou operador, por uma pequena unidade de controle que pode comunicar via rádio, por infravermelhos ou ligada por cabo.

Variantes[editar | editar código-fonte]

Entre os mais variados tipos de guindastes podemos citar:

Grua[editar | editar código-fonte]

Grua utilizada na construção do Eldorado Business Tower, em São Paulo, Brasil.
Grua utilizada na construção de uma edificação.
Guindaste danificado no estaleiro Briclog, antiga Ishikawajima do Brasil (desmontado em março de 2011) - Ishibras.

Também chamada de guindaste universal de torre, é um equipamento desenvolvido para auxiliar no transporte de cargas, tanto na horizontal como na vertical, tendo sido criada bem antes da 2ª.Guerra Mundial na Europa foi mantida a sua concepção inicial sem grandes alterações até os dias de hoje. Desta forma podemos dizer que é um equipamento de grande durabilidade e versatilidade, tendo manutenção adequada, poderá ser utilizado por várias décadas. Ela é uma estrutura metálica de grande porte, pode ter altura de trabalho de 10 metros até 150 metros ou mais. A grande evolução ocorrida com as Gruas atualmente, ocorreu a partir de 1997, quando houve a inserção junto ao sistema de comando dos motores elétricos convencionais existentes, o sistema eletrônico de variador de freqüência ou conversor de torque, fazendo com que a Grua trabalhe mais suavemente, com arranque menos brusco acarretando menores manutenções e menor desgaste, inclusive com maior economia no consumo de energia elétrica.

  • Elementos básicos uma grua ( Serve para qualquer tipo de guindaste)

Iniciando pela extremidade inferior da Grua;

    • Truques de Translação (Grua móvel).
    • Carro Base ( móvel ou fixo ) e Base Fixa.
    • Peso de Base.
    • Elemento de Pore ( Base ).
    • Mãos de parvos ou do presidente.
    • Elemento de Torre ( Interno ou Externo ).
    • Gaiola de Telescopagem.
    • Porta Rolamento.
    • Elemento Cabine.
    • Cabine.
    • Ponta da Torre.
    • Contra-Lança.
    • Tirantes da Basuca-Lança.
    • Contra peso de Contra-Lança.
    • Lança.
    • Tirantes da Lança.
    • Carrinho da Lança.
    • Moitão de Carga.
    • Sistema Operacional.
    • Limites de Segurança.

Pinça ou multiangular[editar | editar código-fonte]

Usado na Construção Civil, é desmontável devido a ser pesado e grande, geralmente treliçado. É composto de duas extremidades numa delas fica a pinça elavatória descendente e/ou ascendente, na outra fica um imenso contra peso, que estabiliza o conjunto evitando a sua queda. Normalmente fixada em pesada base sustentado por uma torre modular. E um conjunto de possante motor com roldanas, acopladas nelas um ou mais cabos de alta resistência.

Ulitiza a teoria das roldanas para "dividir" o peso nos cabos de elevação.

Pórticos[editar | editar código-fonte]

Usados normalmente em portos para descarregar grandes e pequenos contentores ou containers, ou embalagens padrão para transporte de cargas com capacidade de até 20 m³. Esse tipo de guindaste pode erguer até 12 contentores (containers) de 20m³ cada um ou mais em alguns caso.


Grua florestal[editar | editar código-fonte]

Equipamento utilizado para transportar toras de madeira, carregadas em caminhões ou carretas, levadas para processamento em indústrias de carvão vegetal, papel e celulose e para alimentação de caldeiras.

TruckCrane, Guindauto, Rodoviário ou Munck[editar | editar código-fonte]

Caminhao-munck-guindauto-transpi

Usados para a movimentação de cargas na Construção Civil, descarga de maquinário, montagem de estruturas e movimentação de tanques, silos entre outras utilidades. São equipamentos montados sobre caminhão convencional(com chassis alongado) ou concebidos num conjunto que já compreende caminhão e equipamento num só, tem lança telescópica com a opção de colocação de Jib. Podem ter diversas capacidade e de diversas marcas, em sua maioria estrangeiras. Popularmente no Brasil são chamados de " Caminhão Munck ". [3]

Referências

  1. a b Engenharia Portugal (24 de junho de 2011). A Maior Grua Telescópica do Mundo (em inglês). Visitado em 12 de dezembro de 2012.
  2. Navio guindaste.
  3. Guindastes (21 de outubro de 2012). Visitado em 21 de outubro de 2012. (português brasileiro)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Veículos de construção e engenharia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Guindastes