Tratado da Lua

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido (desde abril de 2013). Ajude e colabore com a tradução.
  apenas assinado

O Acordo que regula as atividades dos estados na Lua e em outros corpos celestes [1] mais conhecido como Tratado da Lua, Acordo da Lua ou simplesmente Lei da Lua, é um tratado internacional que torna a jurisdição de todos os corpos celestes (incluindo as órbitas ao redor desses corpos) responsabilidade da comunidade internacional. Com isso, todas as atividades devem estar de acordo com leis internacionais (especialmente a Carta das Nações Unidas).

Na prática, este é um tratado inócuo, pois nenhum dos países membros do "clube espacial" (que já colocaram satélites e seres vivos no espaço usando foguetes próprios) o ratificou até agora, e tem planos de fazê-lo, desde a sua criação em 1979, sendo assim, não tem nenhum efeito nos voos espaciais hoje em dia.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre política, partidos políticos ou um político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.