Uísque escocês

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido de en:Scotch whisky (desde setembro de 2012). Ajude e colabore com a tradução.
Uísque escocês
Tipo Uísque
Volume de álcool 40-98%
Origem Escócia

Uísque escocês (muitas vezes referenciado como "Scotch" ou "Whisky escocês") é um uísque de malte feito na Escócia. Foi originalmente produzido a partir do malte de cevada, porém no século XVIII, destilarias começaram a comercializá-los em que sejam feitos de trigo e centeio.[1]

O uísque escocês divide-se em cinco categorias distintas: single malt, single grain, blended malt (inicialmente chamado vatted malt ou pure malt), blended e blended grain. Todos os uísques escoceses precisam sofrer maturação (envelhecimento) em barris de carvalho por pelo menos três anos.[2] [3] Qualquer informação de idade em uma garrafa de uísque, expressada de forma numérica, precisa refletir a idade do uísque mais novo usado para produzir aquele produto. Um uísque com a informação de sua idade é conhecido como "guaranteed-age" (idade garantida).[2] [3]

A primeira citação do uísque escocês data de 1495. Um frade chamado John Cor foi o destilador de Lindores Abbey no Reino de Fife.[4] [5]

Regulamentos e rotulagem[editar | editar código-fonte]

Definição legal[editar | editar código-fonte]

Até 23 de novembro de 2009, o regulamento dos uísques escoceses (SWR) definiram sobre como deve ser a produção, rotulagem, embalagem e publicidade destes.[2] [3]

  • Produção em destilaria da Escócia a partir da água e do malte de cevada.
  • Amadurecimento em regime de entreposto fiscal em cascos de carvalho de capacidade não superior a 700 litros.
  • Retenção da cor, aroma, sabor e de matérias-primas utilizadas.
  • Composição por um título alcoométrico, em um volume de 40%.

Rotulagem[editar | editar código-fonte]

Um rótulo de um uísque escocês compreende vários elementos que indicam aspectos da produção, engarrafamento, idade e domínio. Alguns destes elementos são regulados pela SWR,[6] enquanto outros tendem a refletir tradição e marketing.[7] A ortografia da palavra "uísque" que também chama a atenção para o consumismo, é frequentemente debatida por jornalistas e consumidores. Os uísques escoceses e canadenses são determinados como "whisky", os irlandeses utilizam "whiskey", enquanto os demais países variam seu modo de escrita.[8]

O rótulo sempre determina a quantidade do malte e dos grãos utilizados. Um uísque escocês single malt é totalmente produzido a partir do malte feito em uma destilaria. O single cask vem do envasamento de um barril.[8] O blended malt ou vatted malt vem de um malte único por destilarias diferentes em que estes são misturados na própria garrafa.[9] A destilaria Cardhu, que iniciou o termo pure malt para o mesmo fim, causou uma controvérsia no processo de rotulagens.[10]

A marca que apresenta nos diversos rótulos é geralmente o nome da própria destilaria que o distribui para o mercado escocês.[11] O teor alcoólico do uísque é expressado pela fórmula "álcool por volume" (ABV ou VOL), normalmente o uísque engarrafado contém entre 40% e 46% ABV.[12] Este é, consideravelmente, mais forte quando a primeira parte do engarrafamento é emergida a partir da quantidade ABV, normalmente, 60-63%.[11] [12]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Uísque escocês

Referências

  1. Lindores Abbey – The Home of Scotch Whisky (em espanhol) (1 de outubro de 2011).
  2. a b c Scotch Whisky Regulations 2009.
  3. a b c Scotch Whisky Association 2009.
  4. Bender 2005, p. 556.
  5. Lindores Abbey – The Home of Scotch Whisky (1 de outubro de 2011).
  6. MacLean 2010, p. 20.
  7. MacLean 2010, p. 23.
  8. a b Jackson 2010, p. 22.
  9. Jackson 2010, p. 23.
  10. Jackson 2010, pp. 419–420.
  11. a b MacLean 2010, p. 21.
  12. a b Jackson 2010, p. 25.