União dos Jovens

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Soiuz Molodioji ou União dos Jovens (em russo: Союз Молодëжи) foi um grupo artístico e uma revista de arte da vanguarda russa que organizou, entre 1910 e 1921, exposições de arte e outras atividades em que participaram mais de 30 membros do grupo e artistas doutros grupos de vanguarda russa.

O grupo inicial esteve nucleado pelo mecenas Levki Jeverjeev e o seu manifesto foi redatado por Olga Rozanova. Em 1913, o Soiuz Molodioji fusionou-se com a organização de artistas Gileia, cujos principais vultos eram Vladimir Maiakovski, Velimir Khlebnikov e Elena Guro. Além de organizar exposições de pintura, o grupo levou a cabo também várias representações teatrais, a mais famosa das quais foi a ópera futurista Vitória sobre o sol (1913), com livreto em zaum de Aleksei Krutchionikh e Velimir Khelbnikov, música de Mikhail Matiushin e cenografia de Kazimir Malevitch.

O período de atividade mais importante foi entre 1910 e 1914, mas com o início da Primeira Guerra Mundial os trabalhos foram interrompidos até a celebração da "Primeira exposição livre de artistas de todas as tendências", que se celebrou em 1919 no Museu Hermitage. Em 1921, o grupo deixou de existir e os seus membros integraram-se na União de Novas Tendências, estabelecido arredor de Vladimir Tatlin.

Membros de Soius Molodioji[editar | editar código-fonte]

Entre os membros mais importantes do grupo destacam:

Referências[editar | editar código-fonte]

Outros artigos[editar | editar código-fonte]