Valsa nº 6

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Valsa nº 6 é uma peça teatral brasileira, escrita por Nelson Rodrigues em 1951. É a sua décima peça. A peça não teve o alcance popular, nem Nelson conseguiu sucesso financeiro, permanecendo apenas quatro meses em cartaz. Apesar de tudo, Valsa nº 6 foi considerada pelos críticos uma grande peça, e colocou novamente o autor nas páginas dos jornais.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

É um monólogo e tem como personagem a solitária Sônia, uma menina assassinada aos quinze anos de idade, luta para, entre um delírio e outro, conseguir montar o quebra-cabeça de suas memórias. Nelson Rodrigues decidiu fazer uma peça barata e, ao mesmo tempo, atrativa para a estreia de Dulce Rodrigues, a sua irmã caçula, como atriz.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Nelson Rodrigues. Valsa nº 6 (em Português). 1ª ed. [S.l.]: Nova Fronteira, 2002. 64 pp. ISBN 8520916864