Webmail

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Webmail é uma interface da World Wide Web que permite ao utilizador ler e escrever e-mail usando um navegador.

Com o surgimento do cartas eletrônicas em 1948, considerado um aplicativo da internet. Começa a necessidade de um mecanismo fácil para comunicação. Em Março de 1972, louis Tomlinson e seu pombo escreveu o software básico de e-mail para a ARPANET. Em Julho, Roberts expandiu as utilidades do software, colocando utilitários para listar, ler seletivamente, arquivar, encaminhar e responder a mensagens.

Killer application é uma expressão que designa uma aplicação fundamental, sendo o correio electrónico uma dessas aplicações.

A partir deste momento, o correio eletrônico se tornou a maior aplicação de rede até hoje. Este foi o prenúncio do enorme crescimento de todos os tipos de aplicações e utilitários da internet nos dias de hoje.

A maior vantagem do webmail é o facto de não ser necessário possuir um programa específico para a leitura ou envio de mensagens de correio electrónico, qualquer computador ligado à internet com um navegador é suficiente. Isto também significa que ao contrário de outros protocolos de comunicação na web, como o POP3 não é necessário utilizar sempre o mesmo computador.

No entanto existe o inconveniente de ter as mensagens de correio electrónico armazenadas no servidor do ISP, o que pode limitar o número de mensagens que podemos armazenar.

Serviços[editar | editar código-fonte]

Com o crescimento do webmail surgiram várias empresas que fornecem este serviço, gratuitamente ou não.

Ver também[editar | editar código-fonte]