Gmail

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Google Mail
Requer pagamento? Não
Gênero Serviço de Webmail
Cadastro Público
País de origem  Estados Unidos
Idiomas 57 idiomas[1] .
Lançamento 1 de março de 2004 (10 anos)
Desenvolvedor Google
Proprietário Google
Página oficial www.gmail.com

O Gmail (também Google Mail) é um serviço gratuito de webmail criado pelo Google[2] em 2004. Por padrão, o Gmail está configurado para usar o HTTPS, um protocolo seguro que fornece comunicações autenticadas e criptografadas[3] . Atualmente novos cadastros estão abertos ao público e podem ser feitos diretamente no site. Foi anunciado no dia 1 de Abril de 2004, Dia da Mentira, o que lançou inicialmente certa dúvida quanto à sua autenticidade.

Tal serviço de webmail revolucionou os demais já existentes. O Gmail oferecia, em seu início, 1GB de espaço de armazenamento. O Yahoo! Mail e MSN Hotmail, que ofereciam 6MB e 2MB, respectivamente, tiveram de rever a questão de espaço disponível para continuarem tendo condições de concorrer comercialmente. O mesmo ocorreu com provedores pagos e gratuitos ao redor do mundo.

Exatamente por esse motivo e para manter o recurso de oferecer mais espaço que a maioria dos provedores, no dia primeiro de Abril de 2005 o sistema lançou seu programa "infinito + 1" e começou a aumentar o espaço de armazenamento. A princípio, a taxa de aumento era de 4 bytes por segundo (aprox. 337 KB/dia) e já chegou a ser de 1500 bytes por segundo (aprox. 124 MB/dia). Atualmente esta taxa gira em torno de 4 bytes por segundo (aprox. 345 KB/dia ~ 124MB por ano) e o serviço oferece mais de 10 GB de espaço de armazenamento.

Atualmente, o código que faz o Gmail funcionar é composto de 443.000 linhas de JavaScript (com 978.000 linhas se os comentários forem incluídos). A maior parte foi escrita a mão.[4]

Em outubro de 2012 o serviço da Google obteve aproximadamente 288 milhões de visitantes únicos, contra 286 milhões do serviço da Microsoft (Hotmail) e, em terceiro lugar, ficou o Yahoo! Mail, que obteve 281,7 milhões de visitantes únicos[5] .

Publicidade e privacidade[editar | editar código-fonte]

Da mesma forma que os congêneres, o financiamento do Gmail é feito por publicidade: pequenos anúncios de texto pagos por empresas ou pessoas interessadas em anunciar os seus produtos. Os links de publicidade são mostrados de forma relevante, ou seja, apenas os que contém algum assunto relacionado com o que está escrito no e-mail é mostrado. Muitas vezes esses links publicitários também não aparecem, por não parecerem relevantes a nenhum anúncio registrado.

Isso tem sido fruto de muita discussão e polémica desde antes de ser lançado. O Google garante privacidade pela sua Política de Privacidade, mas, como o sistema analisa o conteúdo automaticamente das mensagens para exibir publicidade de acordo com os assuntos mencionados na correspondência electrónica existe o receio de tais informações serem armazenadas num banco de dados para posterior envio de spam, ou mesmo com fins de espionagem.

O utilizador interessado em manter a ligação permanentemente criptografada só precisa aceder ao Gmail pelo endereço https://mail.google.com.

Funções especiais[editar | editar código-fonte]

O Gmail apresenta uma série de funções especiais para facilitar a vida de quem usa webmail.

Visualização de conversas[editar | editar código-fonte]

A principal inovação desse serviço, frente aos outros, é o método com o qual os e-mails recebidos são organizados, denominado pelo Google de "Visualização de Conversas". Esse método consiste em mostrar todas as mensagens relacionadas com um assunto específico em uma única janela, de uma maneira escalonada, isso é, fica uma mensagem "acima" da outra, conforme a ordem cronológica de envio.

Marcadores (labels)[editar | editar código-fonte]

Com o conceito de "pesquise, não classifique". No Gmail você não precisa criar pastas para organizar as suas mensagens. Basta "colar" um marcador na mensagem. Este conceito permite uma organização mais elaborada, uma vez que uma determinada mensagem pode ter vários marcadores. Isso só seria possível com pastas se mantivéssemos uma cópia da mensagem em cada pasta. Cada mensagem pode receber mais de um marcador.

Disco virtual[editar | editar código-fonte]

Dado o grande espaço de armazenamento, e o espaço permitido para anexos (25MB por mensagem), existem ferramentas (como o GMail Drive para Windows, o gmailfs para Linux, ou o GDisk, para Mac OS X) que possibilitam utilizar a conta do serviço como se fosse um disco virtual. Tais recursos, por se tratarem de um serviço "alternativo", podem deixar de funcionar inesperadamente.

Há também uma extensão para o navegador Mozilla Firefox que permite gerenciar o Gmail como um disco virtual (inclusive no Linux). Ela pode ser encontrada no seguinte endereço: http://addons.mozilla.org/firefox/1593/ Para usar tal extensão leia a página de instruções.

Esta pratica é porém quebra de contrato, visto que a Google não permite que seja armazenado qualquer ficheiro em seus servidores, e o programa armazena o ficheiro como um anexo dentro de mensagens. Diversas contas foram já bloqueadas devido a esta pratica (falta citação a respeito).

RSS integrado[editar | editar código-fonte]

Já disponível no idioma português, além do inglês. Os RSS são mostrados em forma de "WebClips", ordenados numa lista de arquivos do tipo XML a qual já vem com alguns arquivos por padrão, porém, por ser definida pelo usuário à seu gosto, além de contar com um sistema de busca específico para isso[6] .

Grupos[7] [editar | editar código-fonte]

O Gmail facilita e muito a separação de grupos de e-mails. Inicialmente, são criados dois grupos que não podem ser apagados: "Todos os e-mails" e "E-mails utilizados frequentemente". Existe também a possibilidade de criar grupos personalizados, que agora estão disponíveis no idioma português, anteriormente os usuário que gostariam de usar este serviço teriam que mudar o idioma para "English(US)". O objetivo desses grupos personalizados é criar seus próprios grupos para facilitar o envio específicos para determinadas pessoas. Por exemplo, no grupo "Faculdade", você coloca todos os e-mails dos colegas de faculdade e quando precisar se comunicar com eles, não precisa ficar selecionando quem é ou não dessa seleção.

Google Chat - um Google Talk integrado[editar | editar código-fonte]

Funciona basicamente como o software Google Talk, porém integrado ao Gmail, ou seja, não é necessário instalar no computador. Dessa forma, nas redes onde o acesso a esses programas forem bloqueados, você poderá usar o seu Instant Messaging de qualquer lugar. O Google chat inclui ainda uma função que salva os históricos das conversações de chat automaticamente numa pasta chamada "Chat".

Filtros para mensagens[editar | editar código-fonte]

Na caixa de entrada do gmail há um campo para buscas,assim você pode usar neste campo operadores como:

is:unread label:notas | label:faculdade

Pode-se buscar mensagens de diversas formas. Por exemplo para buscar mensagens não lidas basta usar:

is:unread

para ver mensagens do tipo "odt" mas ignorar o marcador "antigos"

filename:odt -label:antigos

Pode-se fazer diversas combinações a fim de se obter uma busca mais precisa

from:fulano@dominio.com.br after:2004/1/1 before:2005/1/1
has:attachment filename:txt

Lista de operadores[editar | editar código-fonte]

Operador Definição Exemplo(s) Menciona
from:x Usado para procurar emails enviados por 'x'. from:amy Procurar emails enviados por amy.
to:x Usado para procurar emails recebidos de 'x'. to:david Procurar emails recebidos por david.
subject:x Usado para procurar emails que contenham 'x' no assunto. subject:games Procurar emails que tenham no assunto a palavra 'games'.
x OR y Usado para procurar tanto a informação de 'x' quanto a informação de 'y'
'Obs.: OR deve ser escrito em MAIÚSCULO.'
from:amy OR to:david Procurar emails tanto os recebidos por 'amy' quanto os enviados para 'david'.
-x Usado para retirar partes do resultado. subject:games -from:david Procurar emails que tenham 'games' no assunto, porém, que não fossem enviados de 'david'.
label:x Usado para procurar mensagens em pastas (label). label:works Procurar emails que estejam na pasta 'works'.
'Obs.: Este operador não retorna emails que não estão em pastas.'
has:attachment Usado para procurar mensagens que possuem anexos. from:david has:attachment Procurar emails enviados por david e que possuem anexos.
filename:x Usado para procurar emails que possuem anexos com arquivos nomeados 'x' (Ou que seja extensão) filename:PDF Procurar emails que possuem anexos com nome ou extensão que contenha 'PDF'.
" " (Aspas Duplo) Usado para procurar emails com informações exatas sempre na mesma ordem. "New WebSite" Procurar emails que possuem em algum lugar do corpo exatamente 'New WebSite'.
( ) Usado para procurar emails com informações de um grupo. from:david (subject:games OR subject:texts) Procurar emails enviador por 'david' e que tenham no assunto a palavra 'games' ou 'texts'.
in:anywhere Usado para procurar emails em qualquer lugar, exceto nos spams. in:anywhere Procurar todos os emails.
in:inbox
in:trash
in:spam
Usado para procurar emails que estejam na caixa de entrada, na lixeira e nos spams, respectivamente. in:trash Procurar emails que estejam na lixeira.
is:starred
is:unread
is:read
Usado para procurar emails marcados como favoritos, não lidos e lidos, respectivamente. is:starred Procurar emails marcados como favoritos.
cc:x
bcc:x
Usado para procurar emails enviados a 'x', como cópia ou cópia ocúlta, respectivamente. cc:david Procurar emails enviados para 'david' como cópia.
after:
before:
Usado para procurar emails por data.
'Obs.: A data deve ser informada como aaaa/mm/dd'
before:2006/29/06 Procurar emails enviados antes de 2006/29/06.

Plus Mail[editar | editar código-fonte]

O Gmail permite a criação instantânea de endereços de webmail adicionais e descartáveis acrescentando-se um sinal de adição (+) e a palavra desejada entre o nome do usuário e o sinal da arroba (@). O usuário fulano@gmail.com receberá e-mails enviados para fulano+beltrano@gmail.com, por exemplo, e poderá usar filtros para gerenciar as mensagens recebidas pelos endereços adicionais de webmail.

Gmail para seu domínio[editar | editar código-fonte]

O Gmail também está disponível para utilizá–lo com um domínio personalizado (ex: seudominio .com.br ou seu dominio .pt). O serviço por enquanto é oferecido apenas de forma restrita, com o preenchimento de um formulário de interesse (que pode ser respondido/atendido ou não). Existem pouquíssimas diferenças do sistema Gmail tradicional (webmails @gmail.com) para o personalizado em um domínio (e-mails @seudominio.com.br). A página de oferta de hospedagem é em inglês, assim como o sistema de administração de contas. Entretanto a interface do webmail de usuários do domínio personalizado é idêntica ao do serviço tradicional do Gmail, permitindo desta forma o uso do Português e de outros idiomas, bem como de outros recursos acima descritos.

Gmail notifier[editar | editar código-fonte]

O Gmail Notifier é um software oficial de licença freeware produzido pela Google, que funciona nos sistemas operacionais Microsoft Windows (XP ou superior) e no Mac OS (X ou superior).

A ferramenta atua juntamente com o navegador de internet. A sua principal função é notificar o recebimento de novas mensagens de e-mail no Gmail.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]