Écion (pintor)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Écion
Nacionalidade grego
Ocupação pintor

Écion (em grego clássico: Έχίων), também conhecido por Aetion, foi um pintor grego mencionado por Luciano de Samósata,[1] que dá uma descrição de um de seus quadros, representando o casamento de Alexandre e Roxana. Esta pintura causou tal admiração, quando exposta nos Jogos Olímpicos, que Proxenidas, um dos juízes, deu ao artista uma de suas filhas em casamento. Écion parece ter-se destacado sobretudo na arte da mistura e aplicação das cores. Supõem-se que viveu na época de Alexandre, o Grande; mas as palavras de Luciano mostram claramente, que ele deve ter vivido no tempo de Adriano e os Antoninos. Aloys Hirt supõe que o nome do pintor do casamento de Alexandre, a quem Luciano elogia tão bem, como Aetion, é uma corruptela de Écion.[2][3]

Referências

  1. Luciano de Samósata, De Merced. Cond. 42, Herod, or Aëtion, 4, &c., Imag. 7.
  2. Gesch. d. Bild. Kunste, w.265—268.
  3. Mason, Charles Peter (1870), «Aetion (2)», in: Smith, William, Dictionary of Greek and Roman Biography and Mythology, 1, Boston, MA