Órbita Kepler

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Um diagrama com várias formas de órbitas Kepler e suas excentricidades. A azul é uma trajetória hiperbólica (e > 1). A verde é uma trajetória parabólica (e = 1). A vermelha é uma trajetória elíptica (e < 1). A cinza, é uma órbita circular (e = 0).

Uma órbita Kepler, em mecânica celeste, descreve o movimento de um corpo orbitando em trajetória, elíptica, parabólica ou hiperbólica, que forma um plano orbital (bidimensional) num espaço tridimensional. Uma órbita Kepler também pode formar uma linha reta.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Tipos de órbitas» (PDF). Universidade Federal do ABC. Consultado em 22 de fevereiro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.