2 Timóteo 4

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
2 Timóteo 4
016 (GA) Sander's facsimile, Plate VII.jpg
Trecho da Segunda Epístola a Timóteo no Codex Freerianus.
Livro Segunda Epístola a Timóteo
Categoria Epístolas Paulinas
Parte da Bíblia Novo Testamento
Precedido por: 2 Timóteo 3
Sucedido por: Tito 1

2 Timóteo 4 é o quarto e último capítulo da Segunda Epístola a Timóteo, de autoria do Apóstolo Paulo, no Novo Testamento[1] da Bíblia.

Estrutura[editar | editar código-fonte]

I. dever solene, o final vitorioso, o triste abandono, a súplica comovedora e a confiança perfeita

1. O dever solene
a) Fidelidade na entrega da mensagem, v. 1,2
b) Predições acerca da época em que os homens desprezarão a verdade e buscarão mestres conforme os próprios desejos, v. 3,4
c) Exortação ao ministério sincero e fiel, v. 5
2. O fim da carreira de Paulo
a) Termina com uma atitude vitoriosa, v. 6-8
b) Termina com confiança perfeita no Senhor, v. 17,18
3. Necessidade de companheirismo e algumas coisas para aliviar a vida na prisão
a) Solidão causada pela partida de amigos e a deserção de companheiros não confiáveis, v. 10-12,16
b) Necessidade de algum consolo que alegre a vida na prisão, v. 13
c) Exorta Timóteo a que venha logo, v. 9,21
d) Saudações e bênção final, v. 19-22

Referências

  1. «A Formação do Novo Testamento». Portal da Sociedade Bíblica do Brasil 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a Bíblia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.