Quatre aventures de Spirou et Fantasio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Quatre aventures de Spirou et Fantasio
1º Álbum da série regular
4 Aventuras de Spirou e Fantasio A0.jpg
Capa da edição original
País de origem  Bélgica
Língua de origem Francês
Editora(s) Dupuis
Colecção Spirou et Fantasio
Primeira edição 1950
ISBN ISBN 2-8001-0003-6
Número de páginas 65
Género(s) Aventura
Autor(es) Franquin
Personagens principais Spirou
Fantásio
Spip
Título(s) em português 4 Aventuras de Spirou e Fantásio
Editora(s) lusófona(s) Editora Arcádia, SESI-SP Editora
Colecção Spirou e Fantásio
Primeira edição Dezembro de 1979
Número de páginas 68
Títulos da série regular
Il y a un Sorcier à Champignac

4 Aventuras de Spirou e Fantásio, é o álbum Nº 1 da série regular de BD das personagens Spirou e Fantásio. Foi escrito e desenhado por Franquin, é uma “Colectânea” de quatro histórias publicados entre 1948-50 no Jornal Spirou. (Spirou e os planos do Robot, Spirou no ringue, Spirou cavaleiro e Spirou no país dos Pigmeus)

Resumo[editar | editar código-fonte]

Spirou e os planos do Robot (1948)[editar | editar código-fonte]

Spirou e Fantásio descobrem que o jornal que fala do caso do professor Samovar (ver "Radar le Robot") também menciona o Robot. Temendo que essa notícia excite cobiçadas, Spirou e Fantásio voltam ao laboratório de Samovar e encontram dois ladrões a roubar os planos do Robot mas, ao fugirem, os ladrões destroem os planos. Pouco depois, o jornal anuncia que o Professor Samovar recupera lentamente a memória. Os ladrões tentam raptá-lo, mas Spirou e Fantásio apanham os ladrões enquanto que Samovar fica completamente louco e é conduzido ao asilo.

Esta história é a sequela de "Radar le robot" de 1947.

Spirou no ringue (1948)[editar | editar código-fonte]

Poildur, um vizinho valentão, desafia Spirou para um combate de boxe, que nobremente aceita e pede a Fantasio para ser o seu treinador. Todas as pessoas do bairro acorrem para ver o grande evento. Apesar da batota de Poildur, Spirou triunfa.

Fica-se a saber, nesta história, que o peso de Spirou é de 40,8 kg.

Spirou cavaleiro (1949)[editar | editar código-fonte]

Fantasio tenta misturar-se com a classe alta e vai participar numa competição equestre. Spirou, relutantemente, junta-se a ele. Fantásio fica com um corcel nobre, chamado Artaban, enquanto que o cavalo de Spirou, Plumeau, é completamente louco e incontrolável.

Spirou no país dos Pigmeus (1949)[editar | editar código-fonte]

Um leopardo escapa do jardim zoológico e persegue Spirou e Spip durante um piquenique mas acabam por se tornar bons amigos. No entanto, como não o consegue manter no apartamento, Spirou com a ajuda de Fantásio, descobrem que o seu dono é o imperador de um pequeno país Lilipanga, onde existem dois grupos étnicos em guerra, os Lilipangus de pele castanha e os Lilipangués de pele preta. O imperador só controla os Lilipangus e pede a Spirou e Fantásio para o ajudar a resolver o conflito. Depois de algumas aventuras, eles descobrem que os Lilipangués são Lilipangus que nunca tomaram banho, e sendo governados por um bandido que quer roubar as riquezas da ilha. Depois de neutralizarem o bandido, lavaram todos os Lilipangués resolvendo o conflito.

Personagens[editar | editar código-fonte]

Principais[editar | editar código-fonte]

  • Spirou (primeira aparição na série regular)
  • Fantásio (primeira aparição na série regular)
  • Spip (primeira aparição na série regular)

Secundárias[editar | editar código-fonte]

  • Professeur Samovar (primeira aparição na série regular)
  • O Chefe dos bandidos (primeira aparição)
  • Colibri (primeira aparição)
  • Poildur (primeira aparição)
  • Oscar (première apparition)
  • O Imperador de Lilipanga (primeira aparição)

Edições[editar | editar código-fonte]

Original[editar | editar código-fonte]

  • Les plans du robot: Jornal Spirou - N.º 522 (15.04.1948) ao 540 (01.08.1948); 15 pranchas.
  • Spirou sur le ring: Jornal Spirou - N.º 541 (26.08.1946) ao 566 (17.02.1949); 26 pranchas.
  • Spirou fait du cheval: Jornal Spirou - N.º 567 (24.02.1949) ao 574 (14.04.1949); 8 pranchas.
  • Spirou chez les Pygmées: Jornal Spirou - N.º 589 (28.07.1949) ao 616 (02.0219.50); 27 pranchas.
  • Álbum n.º 1, "Quatre aventures de Spirou et Fantasio, (+Spirou et les Plans du Robot), (+Spirou Sur Le Ring), (+Spirou Fait du Cheval), (+Spirou Chez Les Pygmées), © Dupuis 1950"

Em Portugal[editar | editar código-fonte]

  • Editado pela Editora Arcádia com o nome 4 Aventuras de Spirou e Fantásio em Dezembro de 1979.

No Brasil[editar | editar código-fonte]

O álbum foi publicado no país pela SESI-SP Editora em fevereiro de 2016[1]

Referências[editar | editar código-fonte]