607 a.C.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
SÉCULOS: Século VIII a.C.Século VII a.C.Século VI a.C.
DÉCADAS: 650 a.C. • 640 a.C. • 630 a.C. • 620 a.C. • 610 a.C.
600 a.C.590 a.C.580 a.C.570 a.C.560 a.C.550 a.C.
ANOS: 612 a.C.611 a.C.610 a.C.609 a.C.608 a.C.
607 a.C.606 a.C.605 a.C.604 a.C.603 a.C.602 a.C.

Eventos[editar | editar código-fonte]

Pela cronologia de Ussher[editar | editar código-fonte]

  • Jeremias profetiza em Jerusalém: prevê a derrota do Egito por Nabucodonosor, primeiro nas margens do Eufrates e depois no seu próprio país, reprova a desobediência dos judeus e prevê da queda da Babilônia.[2]
  • Nabucodonosor, vice-rei da Babilônia,[Nota 1] derrota o Faraó Neco nas margens do Eufrates, em Carquemis.[2] Segundo autores modernos, esta batalha ocorreu em 605 a.C.[1]
  • Os recabitas, descendentes de Jonadabe, filho de Recabe, que viviam em tendas, por medo dos exércitos dos caldeus e sírios, se refugiam em Jerusalém.[2]
  • Joaquim [Nota 2] se rende a Nabucodonosor, e se submete aos caldeus por três anos. Segundo Ussher, o período de setenta anos do cativeiro na Babilônia começa a ser contado neste momento.[2]
  • Ashpenash, chefe dos eunucos, leva para a Babilônia os príncipes dos filhos de Judá, para serem educados como caldeus. Dentre eles, estão o profeta Daniel e seus companheiros, cujos nomes são alterados para nomes caldeus.[2]
  • Os citas, que haviam dominado a Ásia por vinte e oito anos, são recebidos em uma festa por Ciáxares, que os embebeda e depois os degola. Outros citas, que estavam com jovens medos para serem educados, matam os reféns e os enviam como se fossem comida, para Ciáxares. Os citas fogem para Alíates, rei da Lídia, e, após a recusa de Alíates de entregá-los, inicia a guerra de cinco anos entre os medos e os lídios.[2]

Nascimentos[editar | editar código-fonte]

Falecimentos[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

Notas

  1. Segundo Ussher, ele reinou junto de seu pai, Nabopalassar.
  2. Há dois reis de Judá cujo nome é vertido como Joaquim nas diversas traduções para o português da Bíblia. Este é o sucessor de Joacaz de Judá.

Referências

  1. a b Jona Lendering, Nabopalassar [em linha]
  2. a b c d e f James Ussher, The Annals of the World [em linha]