65803 Didymos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Didymos
Didymos-Arecibo-radar-images.png
Número 65803
Data da descoberta 11 de abril de 1996
Descoberto por Joe Montani
Precedido por (65802) 1996 BA3
Sucedido por (65804) 1996 HT6
Elementos orbitais
Semieixo maior 1,644 UA
Periélio 1,013 UA
Afélio 2,275 UA
Orbita Sol
Excentricidade 0,384
Período orbital 770,1 d (2,68 a)
Anomalia média 232 °
Inclinação 2,108°
Longitude do nó ascendente 73,2 °
Argumento do periastro 319,3 °
Satélites S/2003 (65803) 1
Características físicas
Altura 0,786 km
Largura 0,838 km
Dimensões 0,80 km
Comprimento 0,832 km
Período de rotação 2,259 h
Magnitude absoluta 18,0

65803 Didymos é um asteroide Apollo. Esse asteroide tem um satélite natural em órbita (S/2003 (65803) 1) com um período de 11,9 horas, daí a denominação "Didymos", que significa "gêmeo". O asteroide principal tem cerca de 800 metros de diâmetro, o satélite tem cerca de 150 metros de diâmetro em uma órbita a cerca de 1,1 km do primário. A velocidade rotação de Didymos é rápida, 2,26 horas. A sua densidade é de 1.7±0.4 g/cm3. Didymos é o asteroide com seu tamanho mais facilmente acessível a partir da Terra, exigindo um delta-v de apenas 5,1 km/s[1] para uma nave espacial realizar um encontro em comparação com os necessários 6,0 km/s para alcançar a Lua. Didymos é o alvo escolhido pela Agência Espacial Europeia como destino para a missão da sua sonda espacial AIDA. Ele possui uma magnitude absoluta de 18,0.

A distância de sua abordagem próximo da Terra em novembro de 2003 foi pequena com uma distância de 7,180 milhões quilômetros; ele não virá tão perto até novembro de 2123, com uma distância de 5,9 milhões de km.

Uma missão da NASA pretende testar se um impacto de espaçonave pode desviar com sucesso um asteroide em rota de colisão com a Terra, o chamado Teste de Redirecionamento de Asteroide Duplo (DART), que busca atingir o satélite natural de Didymos. A missão foi lançada em novembro de 2021, e deve causar o impacto em setembro ou outubro de 2022.[2]

Descoberta e nomeação[editar | editar código-fonte]

65803 Didymos foi descoberto no dia 11 de abril de 1996, pelo astrônomo Joe Montani como parte do programa Spacewatch através do Kitt Peak, e recebeu o nome de "Didymos", que significa "gêmeo" devido o mesmo ter um satélite natural.

Características orbitais[editar | editar código-fonte]

A órbita de 65803 Didymos tem uma excentricidade de 0,384 e possui um semieixo maior de 1,644 UA. O seu periélio leva o mesmo a uma distância de 1,013 UA em relação ao Sol e seu afélio a 2,275 UA.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Delta-v for spacecraft rendezvous with all known near-Earth asteroids» (em inglês). Consultado em 10 de dezembro de 2014 
  2. Lakdawalla, Emily (24 de novembro de 2021). «NASA's DART Mission Launches for Head-on Collision with an Asteroid». Sky & Telescope (em inglês). Consultado em 27 de novembro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

(65801) 1996 AJ7 | (65802) 1996 BA3 | 65803 Didymos | (65804) 1996 HT6 | (65805) 1996 HO14