A Siesta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
A Siesta
La méridienne ou La sieste
Autor Vincent van Gogh
Data 1889-1890
Técnica óleo em tela
Dimensões 73  × 91 
Localização Museu de Orsay, Paris

A Siesta (em francês, La méridienne ou La sieste; em inglês, The Siesta) é um óleo sobre tela de Vincent van Gogh pintado entre dezembro de 1889 e janeiro de 1890 enquanto ele estava internado em um manicômio na cidade francesa de Saint-Rémy-de-Provence.[1] A obra faz parte da coleção permanente do Musée d'Orsay, em Paris.

Van Gogh escolhe como tema a sesta, referindo-se diretamente ao quadro homônimo do pintor francês Jean Millet. Apesar da natureza pacífica do assunto, a obra irradia a conhecida intensidade artística de Van Gogh.[2]

Também conhecida em francês como La méridienne, A Siesta de Van Gogh foi considerada uma de suas obras-primas.[3] [4]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Musée d'Orsay: Vincent van Gogh The siesta». www.musee-orsay.fr. Consultado em 8 de novembro de 2020 
  2. «Musée d'Orsay: Vincent van Gogh La méridienne». www.musee-orsay.fr. Consultado em 8 de novembro de 2020 
  3. Field, Hamilton Easter (1928). The Arts. Hamilton Easter Field (em inglês). [S.l.: s.n.] 14 páginas. The blue and gold Meridienne by Van Gogh is one of his most famous masterpieces. The nervous, almost furious, graphic quality of the brushstrokes gives a startling significance to the rustic ode. The sky is ablaze... 
  4. «Chefs d'Oeuvre». chefsdoeuvre.fr. Consultado em 8 de novembro de 2020