Abade I

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Abu Alcácime Maomé ibne Abade (Abu al-Qasim Muhammad ibn Abbad) ou Abade I (Sevilha1042), foi o fundador e epônimo da dinastia abádida; foi o primeiro governante muçulmano independente de Sevilha na Espanha (10231042), foi pai de Almutadide.

Vida[editar | editar código-fonte]

Foi um notável administrador ao declarar Sevilha independente da província espanhola de Córdoba em 1023. Foi filho de Ismael ibne Abade, originário da Síria. Junto com seu pai obteve a confiança do rei do Córdova Alcácime Almamune de quem obteve o caudilho de Sevilha. A quando da perda pela segunda vez do trono de Córdova por parte de Alcácime Almamune, Abade declarou-se independente corria o ano de (413 tempo de Hégira) e (1023 tempo cristão). Voltou também as suas armas contras Maomé Abdalá Barozila, senhor de Carmona e de Écija.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • «Abad I» .
  • Grande História Universal Ediclube, 2006.
  • Dicionário Universal Ilustrado, Ed. João Romano Torres & Cª.1911.
  • Nova Enciclopédia Portuguesa, Ed. Publicações Ediclube, 1996.
Precedido por
-
Dinastia abádida
10231042
Sucedido por
Almutadide