All Mod Cons

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
All Mod Cons
Álbum de estúdio de The Jam
Lançamento 3 de Novembro de 1978
Gênero(s) Mod
Punk rock
Duração 37:28
Gravadora(s) Polydor
Cronologia de The Jam
Último
Último
This Is the Modern World
(1977)
Setting Sons
(1979)
Próximo
Próximo

All Mod Cons é o terceiro álbum de estúdio do grupo The Jam, foi lançado em 1977. Pode ser visto como um marco no movimento mod revival, uma re-leitura do mod dos anos 60 no Reino Unido, do qual o The Jam foi um dos maiores expoentes[1] .

All Mod Cons, é um álbum que marca um grande salto na maturidade nas composições do grupo. Paul Weller, autor de todas as letras, empregou um estilo de narrativa de histórias com personagens e imagens vívidas da cultura britânica, como as utilizadas por Ray Davies (The Kinks), para fazer comentários sociais mais explícitos[1] .

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "All Mod Cons" – 1:20
  2. "To Be Someone (Didn't We Have a Nice Time)" – 2:32
  3. "Mr. Clean" – 3:29
  4. "David Watts" (Ray Davies) – 2:56 (cover de "David Watts" do The Kinks)
  5. "English Rose"* – 2:51
  6. "In the Crowd" – 5:40
  7. "Billy Hunt" – 3:01 (UK release)/"The Butterfly Collector" - 3:11 (Apenas na versão lançado nos EUA)
  8. "It's Too Bad" – 2:39
  9. "Fly" – 3:22
  10. "The Place I Love" – 2:54
  11. "'A' Bomb in Wardour Street" – 2:37
  12. "Down in the Tube Station at Midnight" – 4:43
Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
allmusic 5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svg [2]
Symbol unlikely.svg Esta tabela precisa de ser acompanhada por texto em prosa. Consulte o guia.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]