Altri

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Altri
Altri logo.svg
Razão social Altri, SGPS, S.A.
Empresa de capital aberto
Cotação Euronext Lisboa: ALTR
Atividade Papel
Energia
Género Sociedade anónima
Fundação 1 de março de 2005
Sede Porto, Flag of Portugal.svg Portugal
Pessoas-chave Paulo Jorge dos Santos Fernandes (Chairman e CEO)
Empregados 735
Produtos Papel, Biomassa, Cogeração, Branqueamento da polpa de madeira
Lucro Aumento EUR 100,8 milhões (2019)[1]
Faturamento Aumento EUR 753,5 milhões (2019)[2]
Website oficial www.altri.pt

Altri, SGPS, S.A. é um grupo europeu líder na produção renovável de pasta para papel, sendo líder em Portugal na produção de energia renovável a partir de biomassa.

A Altri gere mais de 83,5 mil hectares de floresta totalmente certificada pelo Forest Stewardship Council® (FSC®) e pelo Programme for the Endorsement of Forest Certification (PEFC), dois dos mais reconhecidos mecanismos de certificação florestal a nível mundial, e transforma a madeira de eucalipto em pasta de papel nas suas três unidades industriais, com uma capacidade anual superior a um milhão de toneladas. A estratégia florestal assenta no aproveitamento integral de todos os componentes disponibilizados pela floresta: pasta, licor negro e resíduos florestais.

O Grupo Altri detém, através da Greenvolt, cinco centrais de produção de energia renovável exclusivamente a partir de biomassa florestal e agroflorestal com uma potência instalada de cerca de 100 MW, e com uma produção anual de 720 GWh. Através da sua subsidiária, GreenVolt, adquiriu a Tilbury Green Power, uma central de biomassa, alimentada com resíduos de madeira proveniente da atividade de construção e reconstrução, na zona de Londres.

A Altri é uma companhia comprometida com o cumprimento dos dez princípios fundamentais do Global Compact das Nações Unidas e com o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento sustentável com o objetivo de cumprir a Agenda Mundial 2030.

Além da produção de pasta de papel utilizada em diversos produtos de tissue, a Altri produz ainda pasta solúvel, utilizada na fabricação de centenas de produtos de uso diário desde o têxtil, aos ecrãs de smartphones e Tv, ou ao revestimento de medicamentos ou de alimentos, entre muitas outras aplicações.

Presente desde a gestão florestal até à produção de pasta e de energia a partir de biomassa, a Altri é uma companhia Renovável que procura contribuir no seu dia a dia para um mundo sustentável a nível ambiental, social e económico.

A Altri está cotada na bolsa de valores de Lisboa, onde integra o seu principal índice, o PSI-20. A empresa foi criada no dia 1 de março de 2005 como resultado do processo de reestruturação da Cofina, através de um spin out dos activos industriais da Cofina.[3]

A Altri é um dos maiores exportadores portugueses, ao colocar nos mercados externos cerca de 90% do total da sua produção. O principal destino das vendas da Altri é a Europa, que excluindo Portugal representa cerca de 70% das vendas. O segundo mercado mais relevante é a China, sendo o destino de 9% do total das vendas.

Em termos de utilização da pasta os produtores de papel tissue são os principais clientes da Altri com uma quota de 52%, seguindo-se os produtores de especialidades e os produtores de papel gráfico de impressão e escrita, com quotas de mercado de 14% e 22%, respetivamente. Os produtores de filamentos de viscose – consumidores de pasta DWP – representam cerca de 9% das vendas.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências