Saltar para o conteúdo

Alumari

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Alumari
Nascimento 20 de junho de 1301
Damasco
Morte 28 de fevereiro de 1349 (47–48 anos)
Damasco
Ocupação historiador, katib, geógrafo
Obras destacadas Masalik al-absar fi mamalik al-amsar
Religião Islamismo
Causa da morte peste

Xiabadim Abu Alabaz Amade ibne Alfadle Alumari (Chihab Addin Abul-Abbas Ahmad ben Fadhl al-Umari, lit. "Xiabadim Abul Abaz Amade, filho de Fadal Alumari" (13001384), melhor conhecido somente como Alumari,[1] foi um historiador árabe. Alumari visitou o Cairo pouco após mansa mali Muça I peregrinar a Meca, e seus escritos foram primeiramente usados no legendário haje. Em particular, Alumari escreveu que Muça despendeu muito ouro no Egito por décadas, um história que é frequentemente utilizada para descrever a riqueza do Império do Mali.[2]

Referências

  1. Coelho 1989, p. 102-103.
  2. Kingdom of Mali - Boston University: African Studies Center

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Coelho, António Borges (1989). Portugal na Espanha Árabe: História. Lisboa: Editorial Caminho. ISBN 9722104209 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]