Alumari

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Alumari
Nascimento 20 de junho de 1301
Damasco
Morte 28 de fevereiro de 1349 (47 anos)
Cidadania Sultanato Mameluco do Cairo, Síria
Ocupação historiador
Religião Islã
Causa da morte peste

Xiabadim Abu Alabaz Amade ibne Fadal Alumari (Chihab Addin Abul-Abbas Ahmad ben Fadhl al-Umari, lit. "Xiabadim Abul Abaz Amade, filho de Fadal Alumari" (13001384), melhor conhecido somente como Alumari,[1] foi um historiador árabe. Alumari visitou o Cairo pouco após mansa mali Muça I peregrinar a Meca, e seus escritos foram primeiramente usados no legendário haje. Em particular, Alumari escreveu que Muça despendeu muito ouro no Egito por décadas, um história que é frequentemente utilizada para descrever a riqueza do Império do Mali.[2]

Referências

  1. Coelho 1989, p. 102-103.
  2. Kingdom of Mali - Boston University: African Studies Center

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Coelho, António Borges (1989). Portugal na Espanha Árabe: História. Lisboa: Editorial Caminho. ISBN 9722104209 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]